Quinta-feira tivemos nosso segundo teste para a temporada, um jogo preparatório contra nosso rival do último Super Bowl: Pré-Temporada - Patriots vs Eagles.

Quinta-feira tivemos nosso segundo teste para a temporada, um jogo preparatório contra nosso rival do último Super Bowl: Pré-Temporada – Patriots vs Eagles. Como já dito anteriormente, o placar pouco importa, o que devemos olhar são as atuações individuais, alguma nova tendência de esquema e a saúde de nossos jogadores, e sem sombra de dúvidas, temos muito o que falar desse jogo, tanto positivamente quanto negativamente.

Primeiramente se vale destacar o quão estranho foi ver Brady tão presente em campo, jogando toda a primeira metade, não temos informações concretas sobre o motivo disso, teorizo que seu tempo grande em campo se deu pela necessidade de criar uma química com suas novas peças. Outro destaque desse jogo foi para a pressão gerada pela nossa defesa (o QB foi pressionado em mais da metade de seus dropbacks), foram 8 Sacks por diferentes jogadores, a capacidade de gerar pressão de maneira natural era uma das grandes preocupações para esse ano, esse jogo não diz muito, mas que vale para se animar, vale. Infelizmente nem tudo são flores, vimos nossa primeira escolha sofrer uma grave lesão e perder a temporada, Wynn caiu em seu 9º snap vestindo a camisa Patriota e só voltará a campo no próximo ano, apesar de não ser titular era peça importante na rotação, agora se levanta dúvida sobre a profundidade de nossa linha, principalmente por nossos OTs terem um passado repletos de lesões.

Dito isso, vamos às avaliações individuais, que no final, é o que realmente importa nesses jogos.

Quem sobe:

Derek Rivers

Eu já o havia destacado semana passada, muito mais pela superação do que por feitos em campo, mas nessa semana é diferente, Rivers foi um monstro no pass rush, apressando o QB 7 vezes e conseguindo 1 Sack. Eu nunca escondi que era fã do Rivers, vibrei muito com sua seleção no último draft, é muito bom vê-lo em campo e mostrando todo seu potencial.

Keionta Davis

Passou todo 2017 lesionado, por isso não pôde contribuir, porém vem brilhando durante os treinamentos e teve um jogo super produtivo indo atrás do QB, conseguindo 2 sacks e 4 apressamentos. No início do TC considerava suas chances de fazer o elenco final remotas, porém se mantendo nesse nível não terá como ser deixado de fora.

Adam Butler

A maior surpresa da temporada, Butler vem mostrando evolução a cada jogo, no meio de um grupo de DTs muito pesados, voltados ao jogo corrido, Adam se mostra um jogador diferente, menor que seus companheiros e mais voltado ao Pass Rush. Terminando o jogo com 1 Sack e 2 pressões, o defensor cada vez consolida mais sua posição dentro do elenco e está mais próximo de garantir sua vaga entre os 53 finais.

Bentley

Outra partida espetacular do LB, parecia se multiplicar e estar sempre próximo a bola. Além de mostrar sua já conhecida capacidade contra corrida, mostrou capacidade contra o passe, inclusive desviando um passe para TD, para fechar a grande atuação, recuperou a bola após um Strip Sack, e a levou até a Endzone.

 

Quem desce:

Damarius Travis

Outra péssima partida do Safety, todos os passes em sua direção viraram recepção, sendo um TD e gerando um QB Rating de 157,6. O jogador parece não aproveitar a falta de qualidade em sua posição para se destacar e garantir uma vaga no elenco final.

Phillip Dorsett

3 bolas em sua direção, apenas uma virou recepção para 4 jardas, a comissão parece gostar muito do jogador e vem dando força para ele. Infelizmente ele não parece conseguir aproveitar nenhuma delas, até o momento Dorsett não se mostrou confiável. Eu sinceramente gostaria de ver Berrios mais vezes em campo.

Eric Decker

O recém-chegado assim como Dorsett teve uma atuação para se esquecer, as 2 bolas em sua direção não viraram recepções, incluindo um drop bizarro. O veterano chegou com um contrato bastante elevado, porém sem dead money, caso não eleve seu nível, deve ser cortado.

DEIXE UMA RESPOSTA