Pré-Jogo Steelers @ Eagles - Preseason semana 1

Salve salve Nação Steelers!

Antes de mais nada uma apresentação. Sou José Santos Lopes e já temos bola oval voando nessa nossa liga maravilhosa. Sendo assim vamos começar já na preseason os trabalhos. Eu estou encarregado de trazer para você sempre antes dos nossos jogos da temporada um resumão: Pontos para ficarmos de olho nas partidas e como isso afeta nossa temporada daqui pra frente. Antes de mais nada deixo aqui meu muito obrigado à toda galera do Fumble na Net e do Black Yellow Brasil por abrirem para mim esse espaço para podermos falar mais do nosso time de coração, ser um espaço de análise e de corneta e difundirmos mais esse esporte empolgante pelo brasil.

Sem mais delongas, vamos ao primeiro jogo da temporada. E temos tudo para começar com o pé direito com um ótimo teste logo de cara visto que nesta quinta feira às 20hs enfrentamos ninguém menos que o atual campeão do Super Bowl, Philadelphia Eagles, lá na casa dos caras mas infelizmente não teremos transmissão para o brasil.

Vindo de uma temporada sensacional sob a batuta de Doug Pederson, agora de contrato estendido, os Eagles tem tudo para ter outra temporada ótima. Mantido seu coaching staff em quase sua totalidade só tendo perdido seu coordenador ofensivo Frank Reich (agora Head Coach do Colts) e com o retorno de Carson Wentz após lesão que o tirou da parte final da temporada. Embora remota há a chance de Wentz jogar alguns snaps, mas duvido. Os Eagles com certeza irão poupar e tratar com todo cuidado a volta daquele que é seu QB titular. Nesta terça-feira ainda, dia 07/08, foi confirmado que Nick Foles, MVP do Super Bowl LII, não irá jogar devido uma lesão.

Já do lado preto e amarelo tivemos a saída do contestado Todd Haley e para seu lugar nosso treinador de Quarterback, Randy Fichtner, agora acumula as funções de treinador de QBs e coordenador ofensivo. Perdemos Martavis Bryant em troca no draft por um pick de terceiro round que nos trouxe Mason Rudolph, mas compensamos trazendo também via draft James Washington.

Nosso ataque continua sendo um dos mais potentes da liga e temos tudo para ir bem nesse lado da bola. Já na defesa, após o show de horrores que foi aquele Jaguars @ Steelers pelos playoffs de divisão temporada passada, a ordem do momento é consistência. Em momentos nossa defesa era maravilhosa, mas em momentos presenciamos coisas ridículas. Ficou claro após a lesão de Ryan Shazier que o time perdeu um de seus líderes em campo, o time parecia perdido, muitas vezes sem saber o que fazer. Sendo assim fomos investir em defensores que tenham boas habilidades de liderança e comunicação, tanto via Free Agency como via draft. Além disso espera-se uma melhora no quesito de tackles perdidos visto que fomos um dos últimos da liga nessa estatística no ano passado.

Como é o primeiro jogo de pré temporada o principal nesse jogo é observar os reservas e calouros e ver o potencial deles e aquilo que podem nos oferecer daqui para frente. Em entrevista nesta terça-feira, dia 07/08, Mike Tomlin confirmou as ausência de Bud Dupree, T.J. Watt, Vance McDonald e Big Ben neste primeiro jogo. Sendo assim não devemos ver muitos titulares em campo por nenhum dos lados do confronto. Então aqui vão 5 coisas para ficarmos de olho nesse jogo:

Batalha dos QBs: Jones x Dobbs (Sim, você leu certo!)

Mesmo com nosso General Manager Kevin Colbert vindo à público dizer que nosso QB número dois é o Landry Jones eu acho que a disputa aqui é sim entre ele e o Joshua Dobbs e vou explicar pra você o motivo.

Com certeza Landry Jones tem mais experiência e a lógica aponta para que ele seja o reserva imediato de Ben Roethlisberger, porém abaixo de Jones temos 2 QB calouros: Joshua Dobbs veio do draft do ano passado e Mason Rudolph veio esse ano. Além disso há o fato que de que nesses 5 anos de liga Landry Jones se mostrou um backup competente no máximo e seu contrato expira nesta temporada o tornando Free Agent em 2019.

Alia-se a essas informações toda a forma como o Steelers vem tratando Mason Rudolph desde antes do draft. Não é exagero dizer que Rudolph é a menina dos olhos de Mike Tomlin, seu mais novo crush. Além disso, embora tenha tido um começo de training camp difícil por estar se adaptando ainda ao ritmo da NFL o fato de presente é que Rudolph vem em uma crescente muito boa. Dado tudo isso a vaga de Rudolph no roster final tem ficado garantida caso mantenha a sua performance.

Sendo assim sobra para o nosso testa de outdoor Joshua Dobbs ter que competir com Landry Jones por uma vaga no roster final, o que pra mim é bem difícil. Dado tudo que vimos até hoje de Dobbs não é exagero dizer que ele precisará jogar muito bem nesses jogos de pré temporada e nos treinos para conseguir tirar Jones do roster, terá que se superar demais e por conta disso deve ser o QB com mais oportunidades nas partidas para demonstrar um bom desempenho.

James “Cumpadi” Washington

Como dito acima trocamos Martavis Bryant com o Oakland Raiders pelo pick deles de terceiro round. A última temporada de Bryant não foi nada de mais. Uma temporada regular com 50 recepções em 84 tentativas para 603 jardas tendo anotado 3 TDs e um percentual de 59,5% em passes recebidos. É pouco para o Martavis Bryant que conhecemos de suas duas primeiras temporadas.

Mas no segundo round eis que pegamos James Washington, uma ótima reposição. Washington é ótimo para ser uma arma de profundidade já no seu ano de rookie. No College teve ótimos números, é um cara que é ótimo em bolas difíceis e contestadas e sempre teve uma naturalidade para rotas profundas com Mason Rudolph (ele mesmo!) sendo seu QB no college. Eram uma ótima dupla que fizeram com que Washington tivesse uma última temporada fenomenal com 74 recepções para 1549 jardas anotando 13 TDs e uma média de 20,9 jardas

Ele tem tudo para ser um encaixe perfeito na rota por fora do campo já demonstrando boas jogadas no camp então vale e muito ficarmos de olho no nosso Cumpadi Washington para já termos um gostinho do quanto ele pode render esse ano com Big Ben.

Kick Return e Punt Return

Ano passado tivemos Eli Rogers e Antonio Brown retornando punts e uma galera retornando kick mas os principais foram Juju, Martavis Bryant, que não está mais no time, e Terrell Watson, que também não está mais no time. Sendo assim temos que conseguir novas opções e aqui mora uma das principais vias de acesso para calouros conseguirem entrar para o elenco final: Conseguir ser útil nos Special teams.

Tomlin tem buscado por novos retornadores no elenco e dois por enquanto estão encabeçando as listas: Quadree Henderson e Cameron Sutton. Ambos bem ligeirinhos e parecem estar se saindo bem nessa função no camp, mas não se sabe se serão alocados também para retorno de punts.

Vale a pena ficar ligado pois são aspectos do jogo que precisamos melhorar. Claro que outros fatores entram nessa análise, mas em números isolados e bem frios fomos a 4ª pior marca da liga, ou seja, a 28ª em média de jardas retornadas em kicks e a 23ª em média de jardas retornadas em punts com 19,1 e 6,9 jardas respectivamente. Esta última menos que a metade do total de jardas do 1º lugar da liga que é o Detroit Lions com média de 14 jardas.

Batalha dos Inside LBs

Aqui a batalha mais interessante seria pelo lugar de titular na posição. Vince Williams é figura mais que garantida como titular, mas devido a lesão de Ryan Shazier ano passado uma vaga se abriu e foi inclusive uma das posições endereçadas via Free Agency pela organização que trouxe Jon Bostic para ser um líder dentro do campo.

A disputa pela vaga tem sido boa já durante o camp. Enquanto Matakevich começou o camp em alta, tendo mais repetições no time considerado titular isso mudou de figura. Desde a última quarta-feira, dia 01/08, Jon Bostic tem sido escalado no time titular e treinando muito bem enquanto Matakevich figura no time de reservas.

Embora é notável que Matakevich tenha um carinho especial vindo de Kevin Colbert a vaga de titular tem sido cada vez mais assegurada por Bostic então é importante ver como ele irá se sair dentro do campo. Bostic já teve seu estilo de comunicação elogiado por Tomlin e este foi um dos principais pontos para sua contratação, mas não excluamos Matakevich da briga ainda. Tudo pode mudar dependendo da evolução deste último nos treinos e principalmente nos jogos.

Batalha pelas últimas vagas do roster

A meu ver temos entre 3 a 4 vagas sendo disputadas para o elenco final que podem ser preenchidas de diferentes formas.

  • Podemos levar 6 Wide Receivers para contarmos com Henderson.
    Podemos levar 9 Offensive Lineman, com Parker Collins e Jake Rodgers sendo os que mais despontam na briga.
    Podemos levar 7 Defensive Lineman caso Daniel McCullers obtenha uma melhora nos treinos e nos jogos.
    Podemos levar ou 5 safeties ou 7 Cornerbacks com Marcus Allen disputando vaga contra Coty Sensabaugh.

São várias disputas que ainda não estão nem perto de serem decididas, então vale a pena ficar de olho na produção desses nomes e ver como eles se saem.

E é isso pessoal! Espero que não tenhamos lesões graves durante os jogos de pré temporada e nos treinamentos e vamos observar como os calouros se saem. Nosso ataque parece estar no mínimo mantendo o nível do ano passado e nossa defesa tende a melhorar conforme o quesito de tackles for trabalhado.

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais para podermos debater Steelers.

Twitter: @blackyellowbr
Instagram: blackyellowbr

E se quiserem podem me seguir também, comentar, debater, discutir steelers, etc. Fiquem à vontade!

@lopesjsantos

Um abraço e Here we go!

DEIXE UMA RESPOSTA