Pré-jogo Steelers @ Bengals

Salve, salve Nação Steelers! Clima de libertadores toma conta do Black Yellow Brasil nessa semana com o Pré-jogo Steelers @ Bengals. Jogo de AFC North, jogo pegado, muito físico e disputado. Garantia de jogão!

Curiosamente as duas equipes chegam para o confronto com estatísticas muito parecidas em diversos aspectos: Ambas tem o mesmo número de sacks cedidos (9 ao todo), ambas tem o mesmo número de tentativas de corridas (110 ao todo, 26º na NFL), ambas tem o mesmo número de TDs (19 ao todo, 4º na NFL), ambas tem o mesmo número de turnovers forçados (8 ao todo) e por ai vai.

Tanto do lado ofensivo da bola quanto do lado defensivo as duas equipes tem se portado de forma semelhante nas estatísticas. A diferença reside principalmente nos momentos do jogo nos quais essas estatísticas se sobressaem. Os Bengals tem a segunda pior marca da NFL em porcentagem de Third Downs cedidos (55,4%) enquanto o Steelers é o 15º da NFL (38,1%).

Como comentamos no podcast dessa semana, o plano de jogo do Steelers deve ser similar ao adotado contra o Falcons. Joe Haden deve ser a sombra do A.J.Green durante todo o jogo e devemos mandar pressão para cima do Andy Dalton para apressar a tomada de decisão e forçar os passes incompletos.

Para tal missão contamos com a volta de Vince Williams. Porém Morgan Burnett com sua insuperável lesão (Virilha), Darius Heyward-Bey (Tornozelo) estão confirmados como fora da partida e L.J.Fort (Tornozelo) está como participação questionável. Com isso segue abaixo coisas para ficarmos de olho nessa partida:

  • Vince Williams

Vince Williams retorna de lesão no joelho que o tirou do jogo contra o Falcons. Seu substituto, L.J.Fort, teve uma atuação de gala contra o Falcons com 6 solo tackles, 1 fumble recuperado, 1 TD e 1 sack. Tudo isso com apenas 27 snaps defensivos. É uma ótima produção.

Vince Williams tem a vaga de titular desse time. Embora a torcida clame para que peças reservas sejam testadas e utilizadas com mais frequência como L.J.Fort e Matthew Thomas, a tendência é que Williams seja o LB de todos os downs, como vinha sendo. Porém atuações fracas só farão essa pressão aumentar, é bom vermos a resposta dele em campo.

  • Pass Rush

O Steelers lidera a NFL em número de sacks: são 19 ao todo, 1 a mais que os Bears que vem na segunda colocação. Isso é ótimo! Mas o problema é como esses sacks vem acontecendo. A grande maioria deles são forçados quando mandamos Blitz, ou seja, 5 ou mais jogadores para cima do QB adversário.

Com nossa defesa que tem tanto o miolo quanto a secundária mais exposta é fundamental que para nosso plano de jogo funcione que a nova turminha do nosso elenco, os três gordos, façam o seu papel.

Os três gordos, apelidados pelo nosso amigo Paulo, são ninguém menos que nossa linha defensiva. Javon Hargrave, Stephon Tuitt e Cameron Heyward precisam conseguir ganhar seus duelos para abrir espaços para T.J.Watt e Bud Dupree botarem pressão no QB e para Jon Bostic e Vince Williams terem mais facilidade em parar a corrida e o passe.

Nossa unidade passa fundamentalmente pelo desempenho deles. Jogo passado funcionaram maravilhosamente bem. E nesse?

  • Secundária

Como dito acima quando nossa linha defensiva vai bem todo nosso plano defensivo é facilitado o que beneficia demais nossa secundária. Sem confiança é fundamental que o Pass Rush seja efetivo para que a carga em cima dos CBs e Safeties seja menor. Joe Haden é um baita playmaker que tem capacidade de anular qualquer recebedor que estiver marcando, mas o mesmo não pode ser dito das outras peças à nossa disposição.

A volta de Mike Hilton no jogo passado ajudou bastante no desempenho da unidade como um todo. Especialista em Blitz vindo da secundária e sendo “ok” na cobertura Mike Hilton se mostrou peça chave para nosso esquema de jogo.

Como diz Mike Tomlin o que importa não é o desempenho em um jogo, mas como você responde à isso no próximo jogo. A expectativa é que o desempenho seja similar, com mais pegada ainda.

  • Jogo Corrido

Big Ben finalmente percebeu como o jogo corrido é importante no plano de jogo do ataque. Podemos não ter Le’Veon Bell, mas James Conner já se mostrou um cara que pode ser no HB titular sem problema algum.

Ele precisa de alguns cuidados sim, mas quando tem o ataque trabalhando junto com ele a produção vem de forma constante. Nos dois jogos que utilizamos o jogo corrido de forma efetiva (contra Browns e Falcons) ele teve mais de 100 jardas terrestres e quase 200 jardas de scrimmage.

Continuemos utilizando isso a nosso favor! Nossa OL é fantástica e nossos Tight Ends são bons nos bloqueios. Temos um ótimo Fullback que consegue abrir caminhos para corridas. Sejamos inteligentes e coloquemos medo nas defesas em relação ao nosso jogo corrido pois ficou mais que comprovado que isso ganha jogos.

  • Big Ben

Muitos irão dizer que as interceptações estúpidas de Big Ben forçando passe quando não é necessário são mais do mesmo, que isso acontece desde sempre. Mas alto lá, não podemos passar batidos por isso.

É notório que Big Ben não está na mesma página que seu ataque. Ele vem tendo números fantásticos sim, mas muito por conta de como nossos jogos vinham se desenhando. Sempre saindo duas posses atrás no placar a solução era lançar a bola para correr atrás do prejuízo, mas interceptações como a lançada em direção ao AB no último jogo quando mandou um “balãozinho” pra dentro da endzone e Brown estava marcado por 3 defensores é algo de calouro.

Decisões forçadas e equivocadas assim podem nos custar caro. E quando temos uma defesa como a nossa, onde nunca sabemos se será efetiva e temos a impressão de que a qualquer momento pode desmoronar não podemos dar essa chance pro azar.

Big Ben tem que se concentrar mais e parar com essas coisas estúpidas. Muito se fala disso desde sempre, mas não podemos passar a mão na cabeça do nosso QB. É culpa dele sim e isso precisa ser corrigido.

Previsão para a partida: Steelers 24 x 20 Falcons

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais para podermos debater Steelers.

Twitter: @blackyellowbr

Instagram: blackyellowbr

E também no twitter em @lopesjsantos e @gabriel_amd.

Um abraço e Here we go!

DEIXE UMA RESPOSTA