Após duas semanas de descanso e preparação devido a bye na semana 11, o Colts enfrenta novamente o Titans em sua volta. Desta vez a partida é na casa do Colts, o Lucas Oil Stadium. Na primeira partida entre as equipes, o time de Tennessee acabou saindo vitorioso após conseguir reverter uma vantagem do Colts de 10 pontos no início do terceiro quarto para uma vantagem de 14 pontos para sua equipe no final da partida.

Um dos problemas na partida pelo lado da nossa equipe foi o ataque completamente ineficaz na segunda etapa. A defesa acabou indo bem no primeiro tempo contendo os bons RBs do Titans e Mariota, limitando-os a apenas 3 FGs. Porém, o DC Dick Lebeau que é um dos grandes coordenadores da história da NFL, sendo mais conhecido por seu trabalho no Steelers, percebeu o principal problema para o ataque do Colts na temporada, a blitz. Foi um show de blitz na segunda etapa contra Brissett, o Colts não tinha resposta e o ataque não funcionava. Enfim, deu no que deu e tomamos mais uma virada na temporada.

As análises que fiz para a primeira partida sobre o Titans ainda estão valendo. A equipe apesar de uma queda de rendimento segue sendo bem sólida no jogo corrido, possuindo o décimo segundo melhor ataque terrestre. Sua defesa segue no mesmo estilo do início da temporada, a contenção da corrida segue muito boa, o time é o quinto melhor da NFL no quesito. Já contra o passe eles tem sofrido bastante, principalmente contra WR1. Nas últimas 3 partidas, tanto Maclin quanto A.J. Green e Brown tiveram grandes jogos contra seus DBs.

Ataque do Colts (projeção dos titulares)

QB: Jacoby Brissett

RBs: Frank Gore e Marlon Mack

WRs: TY Hilton e Chester Rogers

TE: Jack Doyle

OTs: Anthony Castonzo e Joe Haeg

OGs: Jeremy Vujnovich e Kyle Kalis (Denzelle Good)

C: Ryan Kelly

Para esta partida teremos a volta de um jogador que teve sua primeira boa temporada ano passado, Erik Swoope. Ele que foi colocado na IR após sofrer uma lesão no joelho está de volta na semana 12 para formar dupla com Doyle na posição de TE. Swoope teve que passar por um processo mais lento de adaptação a NFL por ter sido jogador de basquete no college e não jogar futebol americano. Ele foi um jogador não draftado de 2014, foi pego pelo Colts para o practice squad, onde ficou a temporada de 2014 inteira. No começo de 2015 assinou um contrato com a equipe e está conosco desde então.

Um possível desfalque é do G Kyle Kalis, ele que foi muito mal na última partida, tem uma lesão no joelho e é questionável para a partida. Caso ele não tenha condições, o Colts deve ir de Denzelle Good, que entrou no lugar de Kalis na última partida por alguns snaps após ele ter tido muitas falhas (Kalis acabou voltando depois ao jogo).

 O que esperar do ataque contra o Titans

Como já havia dito anteriormente, a equipe do Titans é muito boa defendendo corrida, mas contra o passe tem sofrido bastante. Logo, é inteligente afirmar que o Colts tem que explorar mais esse setor deficiente. T.Y. que tem brilhado apenas em vitórias vai ter que aparecer bem para termos uma chance maior de sucesso. Outros bons WRs já tiveram jogos ótimos contra o Titans, portanto ele tem que levantar seu nível de atuação e vir para a partida dessa vez de forma incisiva.

Outro ponto em que o Colts tem que se concentrar e Brissett principalmente tem que fazer um trabalho bem melhor do que tem feito é contra blitz. O calcanhar de aquiles do QB em sua curta carreira tem sido contra esse tipo de chamada da defesa. Quando sofre blitz, acaba se desesperando no pocket, abaixa a cabeça e a jogada praticamente é perdida. Ele tem que fazer leituras melhores na linha de scrimmage e ajustes para que quando a defesa acuse a blitz, ele tenha rotas curtas e rápidas para o ajudá-lo a se livrar da bola imediatamente.

Defesa do Colts (projeção dos titulares)

DL: Al Woods, Johnathan Hankins e Margus Hunt

OLBs: Jabaal Sheard e John Simon

ILBS: Antonio Morrison e Jon Bostic

CBs: Rashaan Melvin e Pierre Desir

Ss: Clayton Geathers e Matthias Farley

Esta semana teremos duas voltas muito importantes para a nossa defesa, a primeira claro é do nosso safety e para mim pessoalmente o melhor jogador de defesa da equipe na temporada passada, Clayton Geathers. Ele sofreu uma lesão no pescoço justamente e coincidentemente contra a equipe do Titans que acabou encerrando sua temporada e até ameaçando seu futuro nos gramados. Logo antes do início do training camp ele foi colocado na PUP list e estava lá até então, esta semana ele volta a equipe!

Outro jogador fundamental que desfalcou o time durante algumas semanas e está de volta é John Simon. O camisa 51 sofreu uma lesão contra o Jaguars e ficou de fora dos últimos jogos. Sua ausência foi amenizada pelas boas atuações de Mingo, que o substituiu muito bem. Porém, ele vinha sendo um dos melhores jogadores da equipe até então na temporada e vai trazer mais força a posição de OLB que já está com uma profundidade bem bacana.

Um jogador que é dúvida para a partida é Margus Hunt, ele estava doente durante a semana e treinou limitado na sexta. O problema é que seu reserva imediato que é Hassan Ridgeway já está fora da partida. Portanto caso Hunt não jogue, é possível que vejamos mais de Grover Stewart, calouro draftado na quarta rodada deste ano.

O que esperar da defesa contra o Titans

A defesa do Colts apesar de ainda ser uma das piores da NFL estatisticamente, tem melhorado a cada semana, e nas 3 últimas semanas tem sido uma das 10 melhores da NFL, incluindo a partida contra o forte ataque do Steelers.

Esta melhora na defesa se deve principalmente às últimas atuações dos nossos ILBs. Bostic que já foi muito criticado no início da temporada pelos torcedores tem jogado muito bem nas últimas semanas, sendo um dos principais jogadores da equipe. Junto com ele, tivemos uma melhora de Morrison também na última partida, sendo um dos 5 melhores do Colts no jogo segundo o PFF. Portanto, para que possamos conter o jogo corrido do Titans, que é sua principal arma, esses dois vão ter que jogar bem novamente.

Outro fator que será importante é nosso pass rush. Na primeira partida contra o time de Tennessee, Mariota estava limitado por uma lesão. Porém, ainda assim ele conseguiu castigar nossa defesa pois teve bastante tempo no pocket para lançar, o que o ajudou muito devido a não ter sua costumeira mobilidade naquela partida. Portanto vai ser fundamental para o sucesso do Colts que deixemos ele desconfortável com muita pressão, seja com blitz ou four man rush. Sheard, que tem sido um verdadeiro monstro essa temporada tem que se agigantar novamente contra mais uma boa OL após a do Steelers, que é a do Titans.

Aposta de placar para Titans x Colts

Titans 20×27 Colts

Informações sobre a partida

Semana 12

Jogo: Tennessee Titans x Indianapolis Colts

Data: Domingo, 26 de novembro.

Horário: 16:00 de Brasília.

Local: Lucas Oil Stadium

Transmissões: NFL GamePass.