Washington Redskins volta a campo domingo, dia 15 de Outubro, após ter a sua semana de folga após quatro semanas, vindo de uma campanha 2-2, mas que teve apresentações muito boas, principalmente nos jogos de ”Primetime” contra Raiders e Chiefs, enfrentando um San Francisco 49ers em reconstrução após a chegada do Ex-coordenador ofensivo do Redskins entre 2010-2013 e do Falcons nas ultimas 3 temporadas, Kyle Shanahan, filho do ex-técnico Mike Shanahan, que começou a temporada com 0-5, mas dando trabalho nos jogos, levando os últimos 2 deles à prorrogação.

 

A semana de bye do Redskins foi onde os times praticamente não gostam, logo no início da temporada, mas como a ”zica” foi solta no time em Kansas City, a bye foi muito bem vinda, porque tivemos nada menos que seis lesões que tiraram jogadores do Redskins do jogo, entre eles o CB Josh Norman, que ficará fora pelos próximos três jogos e o LT Trent Williams que é duvida ainda para o jogo de domingo. Em contrapartida Robert Kelley e Jordan Reed, que jogaram o jogo em Kansas City baleados, devem retornar em melhores condições ao time nesse jogo de domingo.

 

Já os Niners estão com um 0-5 que se você for analisar o jogo deles nas últimas semanas foram ou por poucos pontos, como contra Seahawks e Rams, ou nos minutos finais da prorrogação, como foi contra Cardinals e Colts.

 

Não se pode deixar de citar todo o burburinho da novela entre Kirk Cousins e Redskins pela renovação, onde um dos possíveis destinos do Cousins em 2018, caso ele não acerte uma renovação com o time da capital americana, seria o time de San Francisco, muito por causa de ele gostar muito de Kyle Shanahan desde a época que o mesmo foi Coordenador Ofensivo do Redskins nos primeiros dois anos do Cousins em DC.

 

             Fique de olho em:

 

QB Kirk Cousins: OBVIAMENTE todos os olhares desse jogo estarão sobre ele, muito pela história (muitas vezes aumentadas pela mídia) de ele ir para o time de San Francisco, nas últimas três semanas qualquer dúvida que ele estaria de ”má vontade” em Washington foram diluídas, com apresentações muito boas.

 

WR Josh Doctson: Doctson foi draftado no 1º round de 2016 e muita gente colocava nele a esperança para uma eventual saída de Jackson ou Garçon. Depois de uma primeira temporada com apenas dois jogos e com a saída de Jackson e Garçon ele passou a ser peça importante no time, teve lesão na pré-temporada, começou não sendo utilizado nos jogos contra Eagles e Rams mas contra o Raiders veio o grande ”debut” dele, com um belíssimo TD, mas em Kansas no lance que provavelmente mudaria o resultado jogo ele dropou a bola no contato com o chão e o time foi pro FG e perdeu o jogo e muitos em Washington o culparam pela derrota do time. Contra San Francisco é uma boa oportunidade para se redimir com todos.

 

DL: Uma das grandes surpresas do time nessa temporada, a DL do Redskins, agora comandada pelo ex-técnico do Niners Jim Tomsula, que foi DL Coach do Niners no inicio da década, mudou radicalmente o estilo da DL do time, um estilo muito mais agressivo, que até num ”4 rush pressure” consegue complicar a vida do QB adversário, como vimos algumas vezes contra o Chiefs, e tendo um trabalho muito bom contendo o jogo terrestre, um dos maiores problemas dos últimos anos.

 

RB Carlos Hyde: Um dos únicos que se salvaram no Niners nos últimos anos, tendo números muito bons mesmo com o time tendo sérias dificuldades e vem fazendo uma boa temporada.

 

WR Pierre Garçon: Garçon chegou a Washington em 2012 vindo do Colts e já chegou mostrando serviço, fazendo TD de 81 jardas já no primeiro jogo em Washington e teve uma passagem muito boa no time, sendo um WR que pouco dropava, pouco aparecia até em jogadas explosivas, mas sempre com números muito bons e o mais importante: POUCO DROPAVA, o que vem sendo a maior crítica ao grupo do Redskins nessa temporada.

 

LB Navorro Bowman: um dos poucos remanescentes da defesa que junto com a do Seahawks dominava a liga no início da década, Bowman ainda é um dos melhores Linebackers da liga.

 

Palpite (Clubista Mode On): o Redskins vem mostrando um padrão de jogo muito bom e até surpreendente. Já os Niners vem vendendo caro suas derrotas nas últimas semanas. Vai ser um teste até para saber o quanto o Redskins poderá sonhar nessa temporada: Palpite 28-10 Redskins.

 

Visão do Adversário

 

Pessoal do @49ersBrasil_ e do @SF49ErsBrasil deu a visão deles para o jogo de domingo

 

“@49ersBrasil_

 

Os dois últimos jogos foram de cortar o já sofrido coração do torcedor dos 49ers. As derrotas na prorrogação para Colts e Cardinals fazem o time viajar para a capital norte-americana com a confiança em baixa. A defesa pode contar com os retornos do LB  Reuben Foster e do SS Eric Reid, mas mesmo assim o matchup é bem desfavorável. A linha defensiva, ponto forte do time, terá trabalho contra a boa linha ofensiva dos Redskins, sendo assim, Kirk Cousins provavelmente terá tempo para explorar a frágil secundária Niner.

 

Do outro lado, Brian Hoyer até fez um bom trabalho ao buscar o empate contra o Colts, tirando uma desvantagem de 14 pts no quarto período, mas no geral ele passa longe de empolgar. Tanto que parte da torcida já pede pela entrada do calouro C.J. Beathard (e também por Kirk Cousins em 2018 #pas). A ausência de Josh Norman pode facilitar um pouco sua vida, mas mesmo assim há talento suficiente na defesa do Redskins para minimizar os danos. Vale ficar de olho em Pierre Garçon, que está jogando bem e é uma boa aposta para Lei do Ex (também vale para Vernon Davis). O duo de RBs formado por Carlos Hyde e Matt Breida é interessante e pode dar trabalho, especialmente o calouro Breida, que foi muito bem contra o Colts.

 

Além disso, há o fator físico. Os Redskins vem da sua bye week, enquanto os 49ers fazem seu terceiro jogo seguido fora de casa, sendo dois deles na Costa Leste. A tarde de domingo promete ser longa para os torcedores dos Niners. Palpite: Washington Redskins 27×14 San Francisco 49ers

 

@SF49ersBrasil

 

“Quem olha o 0-5 dos 49ers pode até pensar que o time está na pior das suas fases, mas não é bem assim. Apesar de estarmos sem vitórias na temporada (por enquanto), os Niners apresentaram uma melhora significativa do ano passado para cá, principalmente na sua defesa.

 

Com a chegada de Kyle Shanahan e John Lynch, começamos a reconstrução do time em um projeto de longo prazo. Mas confesso que eu não esperava uma evolução rápida assim.

 

 

Das 5 derrotas até agora, 4 delas foram por apenas 3 pontos de diferença. E duas delas na prorrogação.

 

Estamos vendendo caro as nossas derrotas, e por isso, espero um jogo duro no domingo contra os Redskins.

 

Temos a 19ª melhor defesa contra corrida da liga, e 13 sacks na temporada, então os Redskins devem explorar nosso maior ponto fraco: a defesa aérea. Somos a 3ª pior da liga nesse quesito, e os recebedores devem deitar e rolar na nossa secundária.

 

Além disso, os 49ers tem a terrível mania de cometer muitas faltas, o que pode ajudar bastante o time de Cousins e cia.

 

 

Aliás, o jogo marca o encontro entre 49ers e Kirk Cousins, que estará Free Agent na próxima temporada e é um dos alvos de Lynch para reforçar o time de San Francisco. A torcida já está completamente sem paciência com Hoyer, e alguns já pedem inclusive a entrada do novato C.J. Beathard. Eu daria a chance para o garoto.

 

 

Desse modo, não espero uma vitória do 49ers lá em Washington.

 

Mas acredito que podemos fazer um jogo duro e com poucos pontos de diferença.

 

Meu palpite é: San Francisco 17×23 Washington.”

 

Washington Redskins x San Francisco 49ers jogarão domingo, dia 15 de outubro de 2017, no FedEx Field, em Maryland as 15:00, Horário Brasileiro de verão, jogo não terá transmissão pela ESPN para o Brasil, mas o jogo poderá ser acompanhando pelo Sistema GamePass da NFL.

 

 

HTTR

 

Junior Gomes