O Los Angeles Rams teve a difícil missão de bater o bom time do Jacksonville Jaguars fora de casa por 27 x 17. Com um jogo onde os amantes de Jeff Fisher ficariam extremamente entusiasmados, os Rams conseguiram sair com a vitória, sendo a terceira fora de casa, e agora tem o melhor início de temporada desde 2006 com um saldo positivo de 4-2.

O Jogo

 

 

O jogo se iniciou de uma maneira extremamente selvagem com Pharoh Cooper retornando o kickoff para um touchdown de 103 jardas no primeiro lance da partida, mas o entusiasmo de Los Angeles durou apenas até a próxima jogada, onde no primeiro lance dos Jaguars o RB Leonard Fournette correu para um TD de 75 jardas, e essa foi a primeira vez na Era Super Bowl que um jogo tem dois touchdowns nos primeiros 25 segundos da partida, uau!

Depois desse abre alas o jogo ficou como esperado com um domínio defensivo e uma predominância do jogo terrestre de ambos os times, para os torcedores do Rams o jogo lembrou bastante o time do ano passado, quando a Defesa estava sendo dominante e o ataque lutando, mas dependendo várias vezes de Todd Gurley para mover as correntes, e claro, com o Special Teams sendo fundamental na história da partida.

Sim amigos, Special Teams ganham partidas! O time de John Fassel teve a sua melhor partida na temporada e foi responsável por 17 dos pontos marcados pelos Rams no domingo, com um TD no kickoff no incio do jogo e depois com um TD anotado por Malcolm Brown ao bloquearem um punt o time ainda contou com dois FG de Greg Zuerlein, se não fosse o time de Fassel o Rams provavelmente não teria ganhado este jogo.

O início da defesa foi preocupante sofrendo um TD de 75 jardas na primeira jogada da partida, mas após esta jogada o esquadrão do Phillips conseguiu se encaixar e limitou Fournette a apenas 55 jardas em 20 corridas. Ao conseguir parar o RB calouro a defesa brilhou, mesmo sofrendo mais um TD num passe de Blake Bortles. Liderados por Aaron Donald, que teve outra partida brilhante o time totalizou 5 sacks e 1 interceptação feita por Robey-Coleman no quarto período que praticamente encerrou a partida. A defesa está começando a se adaptar ao esquema de Phillips e essa foi a segunda partida que conseguimos bons números nesse lado da bola.

Apesar do esquadrão de ataque ter sido ofuscado, o time foi longe de ter feito uma partida ruim, conseguindo anotar um TD, o primeiro da carreira do TE calouro Gerald Everett, e o mais importante: não comprometeram a partida sofrendo apenas um turnover, em um fumble do WR Robert Woods.

Goff teve uma partida tímida, não foi o mesmo que vimos nos primeiros jogos da temporada, mas devemos levar em consideração que ele jogou contra uma das melhores secundárias da NFL e ainda por cima não teve paz o jogo todo com Calais Campbell indo sempre atrás dele, mas mesmo com tudo isso isso não lançou nenhuma interceptação no jogo, além de ter contado com a ajuda de McVay, que pareceu ter ouvido as críticas e não abandonou o jogo corrido, mesmo no final tendo uma vantagem confortável no placar.

Não foi um jogo muito bonito, mas foi suficiente para sairmos com a vitória em um jogo fora de casa e reencontrarmos o caminho da vitória que será extremamente importante no próximo jogo, que será contra o Arizona Cardinals em Londres.

Winner/Losers:

 

 

W – RB Todd Gurley

Gurley teve uma participação maior esta semana do que na semana passada contra Seattle, e como consequência o time foi melhor, ele terminou com 116 jardas em 23 corridas apesar de não ter anotado nenhum touchdown sua performance no jogo foi fundamental tanto nos drives do TD do Everett quanto para Los Angeles controlar o relógio. Ficou mais do que claro o quanto o time depende dele para avançar.

W – DT Aaron Donald

Donald foi o Donald de sempre e foi o melhor jogador defensivo novamente ele estava constantemente penetrando no backfield dos Jaguars e pressionado Bortles, ele teve no total 10 pressões ao QB, 1 sack, 1 fumble forçado e 3 QB hits, mais 2 tackles. Só digo uma coisa: PAY THE MAN!

W – LB Connor Barwin

Bortles não teve vida fácil essa semana, Barwin conseguiu um sack pela segunda semana consecutiva além de 4 tackles para a perda de jardas, ele pressionou Bortles o jogo inteiro e já se tornou o melhor Pass Rusher dos Rams até aqui com Robert Quinn não conseguindo se destacar.

W – Michael Brockers

Michael parece ser o cara que mais está se dando bem com a transição da defesa para um 3-4 do Wade Phillips, todos já sabem que ele é excelente contra a corrida só que essa temporada ele está se mostrando um excelente pass rusher e conseguiu mais um sack contra os Jaguars no último jogo, com Michael e Aaron jogando neste nível, a nossa DL que já era nossa melhor área está cada vez melhor, ou pior se você for o QB de outro time.

L – LB Robert Quinn

Quinn mais uma vez foi um dos piores na defesa, em um jogo onde os Rams sackaram Bortles 5 vezes é de se imaginar que ele contribuiu nesta estatística, já que ele é o principal EDGE, mas não, Quinn foi totalmente batido e se iguala ao reserva Morgan Fox ambos com 2,5 sacks até aqui. Além disso, ele ainda cometeu uma falta estúpida que custou caro ao time, não está nada legal Robert nem um pouco.

L – QB Jared Goff e WR Sammy Watkins

Mais uma vez Goff e Watkins pareciam não estar na mesma página, Sammy já havia demostrado seu descontentamento com as poucas bolas lançadas em sua direção, e mais uma vez ele não foi um fator na partida. Watkins teve 4 bolas lançadas em sua direção, onde duas eram big plays, e em ambas Goff não conseguiu encontrar o recebedor, a segunda ainda quase foi interceptada por AJ Bouye.

Watkins teve apenas 1 recepção para 11 jardas, 2 recepções nos últimos 3 jogos, o que é muito pouco para um jogador de sua qualidade, e eu realmente entendo um pouco de sua frustração, AJ Green dos Bengals havia feito a mesma reclamação a algumas semanas atrás e hoje é um dos líderes da liga.

É realmente importante que Goff e Watkins se entendam pois seria muito importante para o time ter um cara como ele esticando o campo, e isso se resolverá com treinamento e mais treinamento.