Mais uma semana, mais uma rodada na NFL, e nessa semana 9, repetimos 6 times de bye, o que significa resultados insanos de jogadores relativamente desconhecidos, como os 17 pontos de Dujuan Harris ou os 18 de Rishard Matthews. É bom ver times pontuando bem em cima da defesa de Seattle, que sente a falta de Michael Bennet fortemente. Tyrod Taylor, inclusive, é um back tão competente como qualquer change-of-pace back da liga, além de lançar para TDs. Bom também é ver a produtividade de Russel Wilson explodir quando o mesmo se torna um fator no jogo corrido. Golden Tate reviveu! 11 recepções em 12 alvos com 1 TD é tudo que queríamos de Tate há semanas, e junto com todo o roster dos Lions, Tate é relevante novamente. Jason Witten também se tornou mais confiável para o calouro Dak Prescott, marcando 2 semanas seguidas pelo menos 10 pontos. Vamos à revisão da semana em detalhes.

Revendo a semana 9

Pontuadores

ryan

  • Quarterback – Matt Ryan, Atlanta Falcons: 27 pontos – 25/34p, 344j, 4 TDs, 1 fumble contra os Buccaneers

No jogo de quinta-feira à noite, os Falcons atropelaram os Bucs com relativa dificuldade, com o jogo disputado até o segundo tempo começar. Considerando a surra, algumas informações são relevantes: Devonta Freeman teve 17 opotunidades de corrida, e apesar das boas 77 jardas, seu envolvimento fraco no jogo aéreo é uma tristeza, especialmente quando os Falcons passam 34 vezes por jogo. Mohamed Sanu viu basicamente o mesmo volume de jogo que Taylor Gabriel, mas Gabriel pontuou mais por 2 carregadas em jet sweeps, com 1 TD na redzone. E Ryan continua sendo Ryan, sobrevivendo com uma linha ofensiva mediana, mas se beneficiando do schedule fácil.

Outros bons resultados:

Russel Wilson, Seahawks: 26 pontos – 20/26p, 282j, 2 TDs, 3 carregadas p/ 10j, 1 TD contra os Bills

Tyrod Taylor, Bills: 25 pontos – 27/38p, 289p, 1 TD, 1 INT, 8 carregadas p/ 43j, 1 TD contra os Seahawks

Alguns Maus Resultados:

Derek Carr, Raiders: 7 pontos – 20/31p, 184j contra os Broncos

Ryan Tannehill, Dolphins: 9 pontos – 17/28p, 149j, 1 TD contra os Jets

gordon

  • Running Back – Melvin Gordon, San Diego Chargers: 31 pontos – 32 carregadas p/ 196j, 1 TD, 4 recepções p/ 65j em 4 alvos contra os Titans

Gordon, você aprendeu a jogar futebol americano! Contra a forte defesa contra a corrida dos Titans, esperávamos o caos. Gordon correu com confiança por cima dos Titans, superando todas as expectativas. O camisa 28 é oficialmente à prova de matchups difíceis, e deve ser uma figura importante em vários campeonatos de fantasy ganhos (além, é claro, de reviver a temporada dos Chargers).

Outras boas performances:

Latavius Murray, Raiders: 30 pontos – 20 carregadas p/ 114j, 3 TDs, 1 recepção p/ 13j contra os Broncos

Mark Ingram, Saints: 28 pontos – 15 carregadas p/ 158j, 1 TD, 2 recepções p/ 13j, 1 TD em 2 alvos contra os 49ers

Pedestres em campo:

Terrance West, Ravens: 2 pontos – 15 carregadas p/ 21j, 1 recepção p/ 6j em 3 alvos contra os Steelers

Jonathan Stewart, Panthers: 4 pontos – 15 carregadas p/ 42j contra os Rams

evans

  • Wide Receiver – Mike Evans, Tampa Bay Buccaneers: 27 pontos – 11 recepções p/ 150j, 2 TDs em 17 alvos contra os Falcons

Um sonho: ter Mike Evans no meu time. O segundanista impressiona com a capacidade de alcançar bolas difíceis e com a facilidade em correr as rotas certas. Contra a secundária medíocre dos Falcons, Winston confiou em Evans e encheu-o de alvos. FÁCIL DEMAIS!

Boas mãos, boas rotas, outros bons pontuadores:

Michael Thomas, Saints: 19 pontos – 5 recepções p/ 73j, 2 TDs em 8 alvos contra os 49ers

Mike Wallace, Ravens: 18 pontos – 4 recepções p/ 124j, 1 TD em 6 alvos contra os Steelers

Mãos de cone da semana:

Dez Bryant, Cowboys: 1 ponto – 1 recepção p/ 19j em 4 alvos contra os Browns

Quincy Enunwa, Jets: 2 pontos – 1 recepção p/ 25j em 4 alvos contra os Dolphins

graham

  • Tight End – Jimmy Graham, Seattle Seahawks: 22 pontos – 8 recepções p/ 103j, 2 TDs em 8 alvos contra os Bills

Jimmy Graham aconteceu. Finalmente Graham está produzindo o que lhe era pedido, dominando os Seahawks em alvos. É obvio que a saúde de Russel Wilson também ajuda, fazendo com que jogadas sejam estendidas com mais frequência e produzindo mais oportunidades de passes seguros para o TE, mas nada tira de Graham o crédito pela capacidade de segurar dois touchdowns quase idênticos: com uma mão só. Seu volume é saudável em 8 alvos, já que a nova realidade em Seattle é que a OL é um horror, e correr com a bola vai ser complicado.

Bloqueia, recebe, chuta com as duas, outros bons ‘faz-tudo’:

Jason Witten, Cowboys: 19 pontos – 8 recepções p/ 134j, 1 TD em 10 alvos contra os Browns

Vance McDonald, 49ers: 14 pontos – 3 recepções p/ 84j, 1 TD em 6 alvos contra os Saints

Faltou feijão da semana:

Dennis Pitta, Ravens: 1 ponto – 2 recepções p/ 14j em 3 alvos contra os Steelers

Gary Barnidge, Browns: 2 pontos – 3 recepções p/ 23j em 3 alvos contra os Cowboys

ravens

  • Defesa/Special Team – Baltimore Ravens: 15 pontos – 14 pontos cedidos, 2 sacks, 1 INT, 1 TD contra os Steelers

Dê aos Ravens crédito, a defesa jogou muito bem e conteve um dos melhores Running Backs da liga, mas o crédito é todo de Big Ben, que evidentemente não estava bem o bastante para voltar a jogar. Roethlisberger errou alvos livres a tarde toda, e só tornou Pittsburgh incapaz de vencer o confronto de divisão