Todo final de temporada e offseason eu gosto de fazer aquele típico truque de adivinhação baseada nos adversários dos Ravens e seu retrospecto na temporada anterior para imaginar como será o desempenho da temporada seguinte. Óbvio que, se tratando de NFL, tudo é possível e a possibilidade de acerto é bem baixa. Eu mesmo não apostava de forma alguma em uma vitória do Oakland Raiders ano passado, muito menos esperava que tivessem um desempenho tão surpreendente durante toda a temporada.
Por isso o que eu estou imaginando aqui é um exercício bem grosseiro de futurologia pra tentar carregar um pouco de otimismo ou acompanhar a temporada com um pouco mais de pé no chão pelo que pode acontecer.
A agenda dos Ravens já é conhecida, só falta definir qual será a bye week, bem como as datas dos confrontos. O único jogo que sabemos com certeza é contra o Jacksonville Jaguars, que será em Londres, provavelmente a semana 3 de jogo, se eu não estou enganado.

Atenção para a lista de chamada! Se eu não errei ninguém a agenda de Baltimore será:
Pittsburgh Steelers
Cincinnati Bengals
Cleveland Browns
 
Houston Texans
Indianapolis Colts
Jacksonville Jaguars
Tennessee Titans
 
Greenbay Packers
Minnesota Vickings
Detroit Lions
Chicago Bears
 
Miami Dolphins
Oakland Raiders
Vamos começar com as análises dentro da própria divisão para adivinhar como nos comportaremos para a próxima temporada.

Cleveland Browns

Já não é de hoje que os Browns tem sido o time mais fraco da AFC North (note como estou sendo generoso) e pra torcida, a paz já deve ter acabado há muito tempo! E depois da campanha vexatória, ficou claro que o time precisa de mudanças profundas e urgentes no seu elenco. Espera-se que dessa vez a coisa ande nos trilhos. Contudo, mesmo com contratações matadoras, até mesmo grandes programas levam algum tempo para dar o resultado desejado. Então é de se esperar que conquistemos duas vitórias na conta. Se serão fáceis, isso já é assunto pra outro momento…

Cincinnati Bengals

Já o outro representante de Ohio costuma dar mais trabalho embora apresente certa inconstância. Com peças interessantes no elenco, apontar um resultado é bastante complicado e, pelo que vimos na ultima temporada, basta um dia ruim para cair nas garras do tigre. Aposto em uma derrota em Maryland mas a visita a Ohio pode ser desagradável.

Pittsburgh Steelers

Com a confirmação de que os Killer B’s estarão de volta, nosso carma não dará descanso, pois nem em Baltimore, onde os Ravens costumam historicamente ter bons resultados, nossos principais rivais de divisão dão sossego. A expectativa é que os Ravens possam recompor a sua linha defensiva que tanto lhe rendeu méritos. Investir corretamente no pass rush e trazer um wide reciever de confiança para o elenco são questões essenciais. Avaliando pelo que foi apresentado e imaginando o que pode vir a acontecer durante a offseason, a perspectiva é de uma vitória apertada em casa e uma derrota no pote de mostarda. Mas não podemos esquecer que nesse confronto, tudo é possível!
Dito isso, analisemos os jogos dentro de casa. Vale ressaltar que os Ravens costumam ter bons resultados jogando no M&T Stadium, e esperamos que esse ano não seja uma exceção.

Houston Texans

O duelo de defesas será algo interessante de se ver, se Houston apresentar um ataque mais consistente do que o resultado pífio produzido com Brock Osweiler! Quem assistiu o jogo da pós temporada contra os Patriots sabe do que a defesa dos Texans é capaz. Se esse cenário não mudar, é possível que o resultado seja uma vitória dos Ravens com um placar magrinho. A não ser que finalmente encontremos aquele recebedor que saiba mover as correntes como já falamos tanto em nosso podcast.

Indianapolis Colts

Em outros carnavais eu apontaria uma derrota quase como certa, mas a coisa por lá anda esquisita.Mesmo com o talentoso Andrew Luck, que já provou ser melhor que muito quarterback da liga, o time teve uma temporada aquém do esperado, e podemos dizer que só por isso Houston conseguiu sua classificação. Não acredito que uma temporada tão ruim venha a acontecer da parte de Indianapolis, mesmo com notícias muito esquisitas dos bastidores.As ferraduras podem atrapalhar um pouco o vôo dos corvos aqui.

Chicago Bears

Parece que não haverá Jay Cutler para essa temporada, o que indica que haverá progressos no ataque dos Bears. Não sou grande conhecedor do time de Chicago, só que pelo que tenho percebido, as deficiências do time vão muito além disso, e o que foi apresentado na temporada 2016 é algo para ser esquecido. Como mencionei anteriormente com Cleveland, mesmo o melhor dos programas não dá o resultado dos sonhos no primeiro instante, portanto uma vitória aqui é algo plausível.

Detroit Lions

Eles podem não ser a melhor coisa do mundo, mas é um time com seus méritos e que não foi para os Playoffs à toa. Um time com peças que podem não ser excepcionais hoje como nosso conhecido Haloti Ngata que já viu dias melhores jogando em Baltimore, mas o conjunto como um todo é capaz de surpreender e, por isso, não esperemos um jogo fácil em Maryland. Se os Ravens fizerem o dever de casa direitinho, é possível sonhar com a vitória nesse jogo.

Miami Dolphins

Na temporada 2016, Ryan Tannehill conduziu o time a uma temporada que há tempos o time da Flórida não via. Apesar das oscilações, o time fez o dever de casa para conseguir se classificar para os playoffs, e a derrota para os Ravens foi algo atípico dado o desempenho e o nível de algumas peças do elenco como Jay Ajayi e Jarvis Landry. Essa temporada ainda parece uma incógnita. A chance dos Ravens é justamente contar com o fator casa nesse confronto. Se mantivermos a defesa forte, podemos ter um resultado satisfatório.
Se os jogos em casa prometem trazer boas esperanças, os jogos foram são temerosos. Já citamos que Cincinnati e Pittsburgh serão obstáculos complicados, e fora de casa os Ravens não costumam render. O que será que a campanha on the road nos reserva?

Jacksonville Jaguars

O outro time de Miami ainda está demorando para se encontrar na liga. Por mais que o time tenha rendido melhor que alguns outros na temporada passada, a equipe de Jacksonville ainda precisa encontrar a chave para uma campanha vitoriosa. Mesmo sendo fora de casa, não parece difícil conseguir vencer esta equipe em Londres.

Tennessee Titans

Mesmo apostando em uma vitória, meu risco de queimar a língua aqui é grande. Primeiro por ser obviamente fora de casa, e segundo porque Marcus Mariota e companhia impressionaram muito na temporada 2016, sendo uma grata surpresa! Sim, de coração eu desejo que todos os times sejam competitivos no nível de fazer frente ao absurdo que é o New England Patriots hoje. Vou manter meu positivismo e acreditar que é possível levar essa, principalmente contando que Mariota volta de lesão, mas ainda mantenho minhas dúvidas quanto a esse adversário.

 Green Bay Packers

Não poderia ser mais adverso: ter de enfrentar os cabeças de queijo em pleno Lambeau Field! Por mais que a secundária dos packers tenha se mostrado frágil, não há de se duvidar do poder de reação da equipe e os passes praticamente certeiros de Aaron Rodgers. Mesmo tendo começado a temporada dando sustos na torcida, no final o time de Greenbay mostrou do que é capaz. Jogo complicadíssimo e uma vitória aqui seria quase um milagre.

Minnesota Vikings

Ao contrário dos Packers, os Vikings começaram embalados na temporada passada, mas a magia do Gjallarhorn só durou até a semana cinco! Depois disso a sensação de 2016 não rendeu o que se esperava e o time terminou com um decepcionante 8-8! Foi um ano difícil para os roxos! Entretanto, ninguém pode tirar deles o mérito de terem sido matadores em casa, e isso será mais uma pedra no sapato para os Ravens. Se repetirem o rendimento da temporada passada, a vitória fica com os Vikings.

Oakland/Las Vegas Raiders

Esse time foi o responsável pela maior queimação de língua da minha parte: antes da temporada 2016 começar, apostava em uma vitória fácil. Então, eis que Derek Carr resolveu jogar o jogo da sua vida contra Baltimore e poderíamos ter visto o então Oakland ter voado baixo na temporada, não fosse uma lesão na fíbula do quarterback, fazendo o time desmoronar completamente. Honestamente, não acredito que haverá uma vitória do time de Maryland nesse jogo. Se Carr jogar o que jogou contra Baltimore igual fez temporada passada, as chances dos Raiders levarem essa são grandes.
Bom, se eu fiz as contas certas, acredito que a temporada ainda será melhor do que a anterior e fecharemos com 10-6! Bem provável que passemos para os playoffs novamente como Wild Card. Se isso é uma boa notícia, eu prefiro acreditar que sim, pois uma vez lá dentro, o jogo é outro! Só nos resta torcer por dias melhores em 2017!