Pois é, torcedor amigo! Fizemos o que podiamos: torcemos, rezamos, fizemos figa, nos tornamos torcedores dos Bills desde criança e secamos os golfinhos até só restar pele e osso! Mas o destino, assim como o mago, é implacável! E como eu costumo dizer, a coisa para os Ravens tem sempre que ser sofrida: um Field Goal nos minutos finais da prorrogação no New Era Field deixou o Miami Dolphins mais perto da vaga nos playoffs e selou nosso destino para o Heinz Field amanhã!
Para você que está chegando agora e ainda não entendeu como a coisa funciona, eu deixo a análise das meninas do NFL de Bolsa, que descreve perfeitamente qual era a situação de Baltimore antes do jogo decisivo entre Dolphins e Bills, além de uma análise da campanha doso nossos próximos adversários: Pittsburgh Steelers e Cincinatti Bengals! O jabá de hoje é por conta da casa, meninas!

 


Miami Dolphins (9-5) precisa perder seus dois últimos jogos, esse sábado contra o Buffalo Bills (7-7) em Buffalo, e na semana 17, em casa, contra o New England Patriots (12-2). Uma vitória em qualquer um dos jogos dos Dolphins eliminaria os Ravens da vaga de wild card. Os Ravens já poderão saber se estão eliminados assim que acabar o jogo contra os Steelers nesse domingo, já que os Dolphins jogam no sábado.

Denver Broncos (8-6) precisa perder um de seus dois jogos finais. Os Broncos jogam contra o Kansas City no Arrowhead Stadium na noite de natal, e terminam a temporada em casa, contra o Oakland Raiders. Se Broncos e Ravens terminarem 9-7, os Ravens ficariam com a última vaga de wild card, porque teriam uma melhor performance na conferência.

Por último, temos o Houston Texans (8-6) e o Tennessee Titans (8-6) pela AFC Sul. Eles jogam um contra o outro na semana 17, o que significa que o time que não ganhar a divisão, corre o risco de perder a vaga de wild card, pois os Ravens, nos critérios de desempate, também possuem um desempenho melhor na conferência do que os Titans.

Texto original: NFL de bolsa

 

A partir de agora, não existe espaço para derrota pois, um próximo tropeço e a vaga do Wild Card que tanto estamos buscando já tem endereço certo em Miami! Em um outro texto publicado essa semana, e que você pode conferir aqui, eu trouxe a análise fria dos números da maior rivalidade da AFC North que, apesar de não serem lá muito favoráveis a nós em sua maioria, ainda nos reserva um pouco de esperança, destacando que os Ravens não perdem para Pittsburgh já faz um bom tempo!
Nossa esperança: a quinta maior defesa da NFL nesta temporada precisa quebrar o entrosamento de Big Ben com Antonio Brown e LeVeon Bell! Fizemos isso em casa, agora é hora de mostrar que podemos contrariar as estatísticas e trazer uma vitória fora de casa para manter a chama da pós temporada a cesa!
Além disso, Joe Flacco precisa virar a chave dos playoffs  A PARTIR DE AGORA! Quem acompanha regularmente os jogos dos Ravens – eu particularmente faço isso desde o Super Bowl XLVII – sabe que esse quarterback consegue mudar completamente de postura quando o jogo se torna decisivo. Por mais que o time por completo talvez não brilhe, ele consegue se destacar e jogar o que não jogou a temporada regular inteira!
O que eu quero dizer, torcedor amigo, é que a hora de mostrar serviço chegou, se é que já não passou da hora! Nada de ficar escutando Enya no capacete  ou dar motivo para as zebras fazerem chover flanelas em campo, como já aconteceu em vários jogos e que atrapalhou muito a vida do time, aqui é um jogo que vale tanto quanto um de playoff, é hora de jogar pra valer
IS TIME TO PLAY LIKE A RAVEN!