Com a temporada do Baltimore Ravens finalizada após a derrota em casa para o Los Angeles Chargers, o time começou a se mexer internamente para a temporada seguinte.

Uma das mudanças mais significativas tenha sido a promoção de Greg Roman de coordenador de RB’s para Coordenador Ofensivo, assumindo o lugar do contestado Marty Mornhinweg.

Mornhinweg deixa o time tendo como como principal marca o ajuste de playbook de Baltimore para potencializar o jogo do calouro Lamar Jackson em torno de sua principal característica: a mobilidade.

Além disso, outros membros da coordenação foram remanejados. Segundo o Head Coach John Harbaugh:

“Essa é a direção que precisamos seguir, da maneira como nosso ataque será construída do zero. Precisamos começar com o jogo corrido, então construir o passe em play-action. Então o drop-back pass. Um tipo de construção em torno do nosso quarterback e o que ele traz daqui para frente; esse é Lamar Jackson.”

 

A seguir, apresentamos os remanejamentos feitos no time. Lembrando que, do lado defensivo, a equipe continua a mesma.

David Culley

ASSISTANT HC/WIDE RECIEVERS/PASSING COORDINATOR

Preenchendo a última vaga restante no coaching staff de Baltimore – além da função de assistente de head coach -, Culley era até então QB coach do Buffalo Bills, cago que assumiu durante dois anos.

O atual coordenador de WR do time é mais um da árvore de Andy Reid. Juntos, eles trabalharam no Philadelphia Eagles (1990 – 2002) e no Kansas City Chiefs de 2013 a 2016. Ainda no Philadelphia Eagles, Culley trabalhou também ao lado de John Harbaugh na época em que o atual Head Coach do Baltimore Ravens era coordenador de Special Teams.

Além desses times, Culley também teve passagem como coordenador de WR no Tampa Bay Buccaneers entre 1994 – 1995 e Pittsburgh Steelers de 1996 a 1998.

Matt Weiss

RUNNING BACK COACH

Indo para o seu décimo ano de franquia e o terceiro fazendo parte do coaching staff ofensivo, este homem, que já fez de tudo um pouco em Baltimore – foi técnico de CB’s, técnico assistente de LB’s além de trabalhos com controle de qualidade e suas atuações com o setor ofensivo – assumirá a função de coordenador de RB’s, anteriormente ocupado por Thomas Hammock, agora HC em Northern Illinois.

Em suas atuações com o time ofensivo, Weiss trabalhou em 2016 ao lado de Marty Mornhinweg, então coordenador de QB’s, época em que Joe Flacco quebrou seu recorde pessoal e da franquia em jardas aéreas (4317), passes completos (436) e porcentagem de passes completos (64.9).

Em 2017, os Ravens terminaram em nono em pontos por jogo (24.7) terceira maior marca da franquia.

Bobby Engram

TIGHT ENDS COACH

Por cinco anos como coordenador de WR’s, Engram assume em 2019 a função de técnico de TE’s, algo inédito em sua carreira como técnico.

Seu único trabalho longe dos WR’s foi em 2011, no primeiro ano de Jim Harbaugh com o San Francisco 49ers.

Fora da NFL, Engram atuou em Pittsburgh University, ano em que Tylver Boyd (85 recepções para 1147 jardas) conquistou os All-ACC e Freshman All-American honors, quebrando os recordes de calouro que pertenciam a Larry Fitzgerald.

Alguns de seus feitos incluem a terceira maior marca com mais de 1000 jardas de Mike Wallace (1017 jardas em 72 recepções) já no primeiro ano do WR em Baltimore . Com Engram, Steve Smith Sr. – já em seu último ano de carreira – liderou o time com 5 recepções para TD, adicionando à sua marca 70 recepções para 799 jardas.

Também foi com Engram em 2016 que o time atingiu a sua segunda maior marca de net passing yards (4100).

Greg Roman

OFFENSIVE COORDINATOR

O responsável pelo jogo corrido do Baltimore Ravens há duas temporadas chega ao seu terceiro ano desde seu retorno agora como coordenador ofensivo. Em sua primeira passagem por Baltimore em 2006, os Raven venceram a AFC North com o melhor recorde da franquia (13-3). O time também permitiu o menor número de sacks (também a segunda menor marca da NFL) naquele ano cedendo 17 na temporada.

De volta aos Ravens comandando o jogo corrido, em 2017 Greg Roman tirou Baltimore da 28ª para a 11ª posição em jardas corridas (116 jardas por jogo). Nesse ano, Alex Collins correu para 973 jardas, 1160 jardas de scrimmage e 6 TD’s.

Em 2018, com o trio Lamar Jackson, Gus Edwards e Kenneth Dixon, os Ravens atingiram a segunda maior marca da liga naquele ano, com 2441 jardas totais, 152,6 jardas por jogo.

Greg Roman agora tem a função de coordenar o ataque dos Ravens, o que implica em ajudar o QB calouro Lamar Jackson a dar um próximo passo em sua carreira. A esperança é que o potente jogo corrido sirva como apoio para que o jogo aéreo de Baltimore se desenvolva.

DEIXE UMA RESPOSTA