O Tampa Bay Buccaneers perdeu de 38×33 para o Arizona Cardinals. O jogo foi valido pela semana 6 da temporada regular da NFL. O Cardinals dominou a maior parte do jogo, o Bucs reagiu no ultimo período, mas não foi o suficiente. A equipe de Tampa agora tem 2 vitórias e 3 derrotas.

O Jogo

O Buccaneers começou bem apático no jogo, defesa cedeu muitas jardas terrestres, na primeira campanha do jogo, o Cardinals teve 54 jardas terrestres, e 27 jardas em uma única corrida para o Touchdown. O Arizona continuou mandando no jogo, e na sua segunda posse de bola Palmer conectou o TE Niklas na end zone. E na sua terceira posse Palmer achou Fitzgerald para outro TD do Cardinals. O relógio marcava 12:09 para o fim do 2º quarto e o Bucs já perdiam por 21×0. E antes de ir para o intervalo o Cardinals pontuou mais uma vez, agora um FG do Phill Dowson de 28 jardas.

No ataque o Bucs pouco produziu, e ainda Jameis Winston sofreu uma entorse do ombro direito, justo o que ele usa para lançar. E Ryan Fitzpatrick entrou em seu lugar. Mas o time não produziu nada no primeiro tempo.  O Bucs teve 163 jardas totais no primeiro tempo e o Cardinals teve 336 jardas.

O ataque do Bucs começou o 2º tempo muito mal, logo na segunda jogada, Fitzpatrick foi interceptado.  E o Cardinals se aproveitou e anotou outro TD. A partir desse momento, o Bucs buscou a recuperação no jogo, e fez um TD em uma conexão Fitz para D-Jax, mas falhou na conversão de 2 pontos. A defesa apareceu com uma interceptação de Grimes ainda no 3º período.

No ultimo quarto o Bucs começou anotando um TD com o TE Cameron Brate, porém novamente falharam na conversão de 2 pontos.  A defesa apareceu novamente, agora com Lavonte David, recuperou um Fumble e correu para o TD. E Doug Martin correndo converteu os 2 pontos.  Nesse momento o placar era Cardinals 31×20 Bucs. No ataque seguinte o Cardinals pontuou com o 2º TD de Adrian Peterson correndo com a bola. O Bucs reagiu e conseguiu diminuir a diferença, primeiro Doug Martin fez um touchdown para 1 jarda. E depois Mike Evans recebeu um passe e entrou na End Zone.  Com 2:02 no relógio o Bucs tentou o onside kick, mas sem sucesso.  E o jogo acabou 38×33.

Análise

Parece que os jogadores e comissão técnica do Buccaneers só chegaram ao jogo, no segundo tempo, no primeiro tempo o time foi dominado pelo Cardinals, a defesa mais perdida da historia do esporte, eles não sabiam o que fazer em campo, era cada tackle perdido e jogador em posição errada que dei ate risada(de nervoso, é claro). E os jogadores do Buccaneerss são os menos inteligentes da NFL, cada play action que a defesa caiu, isso é erro de ler o jogo, e deficiência técnica pois o time permitiu muitas corridas. Novamente o time deixou muito a desejar na marcação por zona, existem muitos buracos negros dentro da defesa do Bucs, jogadores não sabem quantas jardas é a zona de cada um, não sabem de quem é o flat. O Mike Smith precisa melhorar isso, e outra coisa o Vernon Hargreaves é CB de Nickel e não outside. Outra deficiência defensiva é o pass rusher, os Defensive Ends do Bucs só tem um sack na temporada, na semana 1.

No ataque acredito que o time ficou limitado no primeiro tempo, pois a defesa permitiu muitos pontos e nosso jogo ficou previsível, ainda mais com a lesão do Winston. No segundo tempo, o ataque foi melhor, mesmo com as 2 INTs do Fitz, ele fez bons passes e jogou melhor do que eu esperava.  O Game plan ofensivo tem que partir do jogo terrestre, não adianta ter um excelente WR em profundidade se a defesa sabe que vai ser passe, se o Tampa correr abre espaço para o play action e a partir desse ponto vamos ter a profundidade do Desean Jackson

Os destaques positivos da defesa foram o CB Grimes com um INT,o LB  Lavonte com fumble recuperado e retornado para TD e para a parte interna da linha que conseguiu 2 sacks. Os destaques negativos ficaram para o CB Vernon Hargreaves, todos os DEs e para os técnicos da defesa e o Mike Smith coordenador defensivo.

Destaques positivos do ataque foram a OL e recebedores. Destaque negativo Koetter e seu plano de jogo ridículo. O ataque precisa correr com a bola. Pelo simples motivo que a nossa defesa é mediana para ruim, e quanto menos tempo ela ficar em campo melhor para nós.

Sobre a lesão do Winston aparentemente é uma torção no ombro, ele vai ser avaliado dia a dia para saber se jogará ou não no domingo.

Nosso próximo jogo é contra o Buffalo Bills fora de casa, às 15 horas horário de Brasília.