A Panini ouviu os fãs da bola oval depois de anos de insistência e finalmente foi lançado o tão aguardado álbum de figurinhas da NFL aqui no Brasil. A euforia foi tamanha, que muitos detalhes passaram desapercebidos, porém, tenho que falar algumas verdades.

Primeiramente eu gostaria de agradecer a Panini. Ela tomou uma atitude corajosa ao investir em um produto que poderia ser um completo fracasso. Por mais que a popularização do futebol americano no Brasil seja maior a cada temporada, não é certo para nenhuma empresa que os produtos relacionados à liga serão bem-aceitos pelos fãs, seja pela qualidade ou valor.

O álbum custou R$ 6,90 e os pacotes custam R$ 1,25 e contém 6 cromos. Com ele em posse, de antemão percebi uma falta de capricho no acabamento. A minha edição veio com algumas falhas na impressão (nada fora do habitual para álbuns da Panini), além do papel ser um tanto fino, podendo rasgar muito facilmente. Infelizmente isso não me surpreendeu. Como já havia acontecido com o álbum da Copa de 2014, as artes são impecáveis, muito bem-feitas, assim como a diagramação, porém, o acabamento deixa a desejar.

album2
Acabamento ruim na hora da impressão

Outro fator que passou desapercebido numa primeira folheada foram os erros. Estava tão extasiado com os cromos (que a partir daqui vou chamar de figurinha, afinal de contas, cromo é coisa de americano), que não reparei em algumas coisas bem chatas.

“Fulaninho INTERCEPTOU 195 jardas na semana 6 contra o Ravens”. “Ciclano PASSOU 4968 vezes em 2015…”. “Beltrano DEFENDEU UMA TOUCHDOWN RECEPTIONS…”. Pois é, tudo isso aí foi impresso e distribuído nas bancas de todo o Brasil e pela internet. Falta de atenção? Tradução feita com o Google? Talvez, mas acima de tudo, falta de compromisso.

album3album4album5 album010 album9

Como publicamos aqui no site no começo de agosto, o álbum seria lançado agora no início da temporada. Obviamente a Panini não resolveu fazer isso do dia para a noite, e desde o anúncio foram 2 meses de aguardo por parte dos fãs. Todos estávamos ansiosos, então custava fazer um trabalho mais sério? Custava tanto assim consultar alguém que entende do esporte? Usar a expressão “interceptou 195 jardas” não é o maior dos problemas. Faz até um certo sentido se lembrarmos que as expressões do futebol americano são baseadas em termos de guerra, e que o wide receiver “intercepta” a rota da bola. Se fizer um esforço até dá pra engolir, assim como ouso da palavra “wideout”, em vez de “wide receiver”, mas erros de nomes é algo inaceitável.

album1
Seria “Andrew” uma nova estrela da liga?

“Andrew Peterson”. Quem diabos é “Andrew Peterson”? Como vocês me erram o nome do principal jogador de uma franquia? E ainda por cima na página de publicidade de vocês, Panini? Pelo amor a Tim Tebow, o que vocês estão fazendo? Errar os termos é compreensível (não aceitável), mas errar nomes? É como se eu pegasse o álbum da Copa e em vez de “Neymar Jr.” estivesse escrito “Nailson Jr.”. Isso é revoltante.

Mas nem só de coisas ruins vive o álbum. A parte boa de toda essa história são as figurinhas. Essas eu não tenho o que reclamar. São 485 belíssimas figurinhas. Apesar de algumas escolhas não fazerem muito sentido (ainda não entendi porque o Clay Matthews não tem uma figurinha brilhante), mas no geral elas são muito bem-acabadas. São simples, mas aquele simples que encanta. Tive uma nostalgia de quando era criança em 2002 com meu álbum do Campeonato Brasileiro. Eu conhecia todos aqueles caras. Aquilo era feito para mim.

As brilhantes realmente brilham (quem já teve álbum sabe que muitas brilhantes não eram tão brilhantes assim) e são muitas. São cerca de 15 espaços por equipe, o que dá uma variedade bem interessante. Existem os “mascotinhos”, que são uns desenhos bem legais representando as franquias, além de uma sessão dos calouros, do Hall Of Fame e Super Bowl 50.

Brady, Rodgers, Bell, Cairi— CADÊ O CAIRO SANTOS?

Abrir os pacotinhos e ver Tom Brady, Aaron Rodgers, Le’Veon Bell, Cairo Santos… Pera, Cairo Santos não. “Como assim não tem o Cairo Santos? Não é a versão brasileira do álbum? Como assim não colocaram o ÚNICO JOGADOR BRASILEIRO DA NFL no álbum? Como assim não colocaram o EMBAIXADOR DA NFL NO BRASIL no álbum?”. Pois é, eu me fiz as mesmas perguntas e a única resposta viável é: Não tinha como.

O álbum é uma reprodução da versão americana. Os times, por uma questão óbvia, não contam com todos do elenco em suas páginas. Apenas os principais jogadores das franquias têm a chance de ver seus rostinhos naquele pedaço de papel colante. “Mas a Panini não poderia ter mudado alguém e ter colocado o Cairinho?”. Até poderia, mas acredito que isso implicaria em uma quantidade de dinheiro que ela não estava disposta a gastar em um projeto, como eu disse anteriormente, que não é certeza para ninguém. Fiquei chateado de não poder ter um brasileiro na versão do Brasil, mas pelo que o Zica das Bicudas vem apresentando em campo, logo menos veremos uma figurinha sua.

album111
Faltou o Cairo, mas logo menos ele chega…

Se vale a pena ou não comprar o álbum vai de cada um. Para mim, mesmo com todos os erros, é um início. O próprio Fumblinho errou muito no início até atingirmos a qualidade que temos hoje. Foi um primeiro passo de muitos outros que virão por aí. Espero que nas próximas edições exista mais esmero por parte da Panini e dos tradutores, para evitar críticas desnecessárias e geradas por pura falta de dedicação na hora de montar o produto.

No mas, vamos trocar umas figurinhas? Brilhante eu só troco por brilhante ou por duas normais. O Aaron Rodgers e o Tom Brady eu só troco pela do Peyton Manning…

  • Já desafio menino Beth para um campeonato de bafo.

  • Lucas Aliança

    quanto aos erros de nomenclatura, não existe uma tradução oficial das coisas pra PT-BR ainda. mas essas coisas são naturais e produzidas conforme o esporte se dissemine aqui e nossa ligas se regulamentem perante as leis(e assim manuais esportivos oficiais 100% brasileiros nomeie as coisas). Wideout por exemplo é um sinônimo de WR, mas pra gente não faz muita diferença(até dificulta o entendimento pros mais leigos tendo tanto nome de posição usar mais de um nome na mesma).

    • Lucas Aliança

      ps: panini, contrata eu e o tutu pra traduzirmos o próximo pq isso ai tá uma vergonha

      • Arthur Alves

        Olha… Vejo muita vantagem hahahaha