John Lennon no Monday Night Football
Faltam 100 dias para a 100ª temporada da NFL, e a nossa contagem regressiva irá lembrar 100 grandes momentos da NFL! Acompanhe em http://fumblenanet.com.br/nfl100

Em 8 de Dezembro de 1980, Mark David Chapman disparou contra um dos mais conhecidos músicos e ativistas do mundo, John Lennon, nas imediações da residência de Lennon em Nova Iorque. John foi atingido por quatro balas nas costas e faleceu no caminho para o Roosevelt Hospital.

Na mesma noite Alan Weiss, produtor da ABC News local, estava internado no mesmo Roosevelt Hospital devido a lesões sofridas num acidente de moto. Weiss ouviu o tumulto no hospital e, ao descobrir o que aconteceu, ligou para a redação, que imediatamente encaminhou a notícia para a central nacional, e a notícia logo chegou à cabine do Monday Night Football (hoje um produto da ESPN, na época era transmitido pela ABC – hoje ambas pertencem ao grupo Disney).

No meio da partida entre Dolphins e Patriots, o narrador Howard Cosell deu, ao vivo, a devastadora notícia para a audiência ligada no jogo; relatos publicados no New York Times apontam que o comunicador estava reticente em passar a notícia, mas ao ser inquirido pelo colega de cabine, o ex-HB/WR do Giants Frank Gifford, abriu o jogo. É um dos momentos mais tristes e inesperados da história da televisão mundial:

“This, we have to say it, remember this is just a football game, no matter who wins or loses. An unspeakable tragedy, confirmed to us by ABC News in New York City: John Lennon, outside of his apartment building on the West Side of New York City, the most famous, perhaps, of all of The Beatles, shot twice in the back, rushed to Roosevelt Hospital, dead … on … arrival. Hard to go back to the game after that newsflash, which in duty bound, we had to take.”
“Sim, temos que dizer. Lembre-se que este é apenas um jogo de futebol, não importa quem ganha ou perde. Uma tragédia indescritível foi confirmada pela ABC News em Nova York: John Lennon, do lado de fora de seu apartamento, no West Side de Nova York, o mais famoso, talvez, de todos os Beatles, levou dois tiros nas costas, foi levado ao Roosevelt Hospital, onde chegou morto. Difícil de voltar para o jogo depois dessa notícia…”

Seis anos antes, em 1974, John Lennon havia aparecido em pessoa no Monday Night Football:

Você pode conferir um curta documentário produzido pela ESPN no aniversário de 30 anos do acontecimento, com o áudio da discussão de Cosell e Gifford sobre informar ou não o acontecido:

DEIXE UMA RESPOSTA