Dallas Cowboys' Leighton Vander Esch (55) and Jaylon Smith, right, tackle Philadelphia Eagles' Dallas Goedert (88) who fumbles the ball in the first half of an NFL football game in Arlington, Texas, Oct. 20, 2019. The Cowboys recovered the fumble. (AP Photo/Michael Ainsworth)
BIG D, BABY! Voltamos com o tanque cheio e atropelamos as galinhas urbanas em grande estilo! Com transmissão ao vivo pelo Sunday Night Football, vencemos os frangos de Philadelphia, trazendo de volta a liderança da NFC East (Leste).
Depois de uma forte sequência de derrotas sofridas pela equipe de Dallas, parece que o cavalo se encilhou e o time entrou em campo motivado para ganhar do seu rival de divisão, não podendo ser diferente, o massacre aconteceu, e a felicidade se sucedeu.
Doug Pederson disse, na segunda-feira de manhã, a seguinte frase: “Os Eagles estão indo para Dallas, e nosso pessoal estará pronto para jogar, e vamos ganhar! E quando o fizermos, estaremos em primeiro lugar na divisão.” Pederson mais tarde insistiu que não era uma garantia, mas sim uma demonstração de confiança em sua equipe. Seu desejo em retornar à Philadelphia em primeiro lugar foi um tanto quanto equivocado, pois ficamos com a impressão de que os Franguinhos nem compareceram no Domingo. Os Cowboys jogavam como craques e as Águias ciscavam como galinhas com fome!
No geral, o time foi bem. O elenco se encaixou, a confiança predominou e ajustamos o retrovisor, conforme manda o figurino. Mas o que falar de Brett Maher? Ele chutou 62 jardas na última temporada e 62 jardas contra o New York Jets na semana passada. Desta vez o chute foi ainda mais longe: Maher acertou uma sapatada de 63 jardas e agora é o primeiro kicker na história da NFL com três gols de 60 jardas ou mais. Ele estava a 1 metro de empatar o recorde da NFL pelo maior Field Goal da história, feito por Matt Prater, pelo Denver Broncos, que ocorreu na linha de 64 jardas.
É claro que não podemos esquecer do ataque, que desta vez, teve sucesso com as chamadas do Coordenador Ofensivo, Kellen Moore, ex-quarterback da franquia. Nós, torcedores dos Cowboys, sabíamos que esta vitória viria e o quão importante ela seria para retomarmos a confiança e a disputa pelo tão sonhado Super Bowl. O que não imaginávamos era que ela viesse tão fácil, o que nos deixou claro que podemos vencer a maioria dos jogos se Dak Prescott, Amari Cooper e Ezekiel Elliott jogarem como jogaram esta última partida. Prescott passou para 239 jardas e um Touchdown e correu para outra pontuação. Zekinha teve 28 toques em 147 jardas e um Touchdown, incluindo 111 jardas correndo com a bola. Cooper, que jogou apenas três drives contra o Jets por conta de uma lesão no quadrilátero, pegou cinco passes por 106 jardas.
Como é de costume, estaremos de Bye na próxima rodada, sendo assim, o que nos resta é torcer para os Búfalos terminarem de arrancar as penas das galinhas e apreciar um bom e velho whisky, ao som de Alan Jackson!
Vicente Busetti. dono do perfil @ZekinhaFaminto no Twitter, e colaborador com os textos da Nação Cowboys BR ao inverso.

DEIXE UMA RESPOSTA