Está muito claro para todos, tanto staff quanto torcedores, que a forma como o Jordan Poole vem jogando na sua temporada de calouro no Golden State Warriors está muito abaixo do esperado.

Na NCAA Poole teve médias de 12.8 ppg , 2.2 aspg e 3.0 rpg com FG% de 43 e 3FG% 36, números razoavelmente bons e que justificam sua seleção na 28ª escolha geral do draft.

Dito isso, em 2019-20, sua temporada de estreia, ele não está conseguindo manter as médias de NCAA, o que está sendo considerado uma frustração. Hoje, na NBA, Poole possui médias de: 7.9 ppg, 2.0 apg e 2.3 rpg.

É óbvio que seu mal desempenho não decorre dos números em si, mas de seu péssimo aproveitamento de FG, com porcentagens de acerto de 25% FG% e 24.6% FG3. Ele acerta em média 2.5 arremessos a cada 9.5 tentados.

A melhor atuação de Poole se deu na partida frente ao Miami Heat, onde anotou 20 pontos, 1 Rebote. 1 Assistência 5/10 FG (50%) e 5/6 3pt FG (83%), partida em que o Heat superou o atual vice campeão da NBA por 122 a 105. A questão é que essa atuação foi suficiente para gerar uma interrogação na cabeça dos torcedores e nos faz pensar: “será que agora ele esquentou e vai jogar da forma que esperamos?”

Infelizmente nos jogos posteriores veio o choque de realidade com uma sequência desastrosa de onde nosso calouro marcou 1 ponto contra o Orlando Magic e saiu zerado nos jogos contra Atlanta Hawks e Charlotte Hornets.

Após essa sequência ruim, no início da tarde desta terça feira (10/12), recebemos a notícia de que Jordan Poole foi enviado para o Santa Cruz Warriors, afiliado do Golden State na liga de desenvolvimento. O que se pergunta é: ele foi enviado para G-League por realmente ser ruim, ou por precisar de um tempo maior para readquirir sua confiança no time, na liga e com seu novo peso? Querendo ou não, só descobriremos quando ele retornar para o time principal.

Bom, eu, sinceramente, acredito que a segunda opção faz mais sentido pois a forma com que ele vem jogando não vem agradando ninguém, nem a ele mesmo. Acredito que o Warriors está fazendo isso para que Jordan possa se desenvolver no time da G-League e voltar a ganhar a confiança que ele tinha na NCAA.

Uma coisa podemos afirmar com certeza: o garoto tem personalidade. Receber a chuva de críticas das últimas semanas, continuar arremessando e partindo pra cima sem hesitação é para poucos.

Falando mais sobre os números de Poole e comparando as médias dele na NCAA em relação a NBA, ninguém esperava que ele mantivesse seu desempenho logo no início da vida profissional. Existem ‘N’ fatores que contribuem com essa oscilação: 1) O jogo é muito mais físico e pegado na NBA; 2) O psicológico é importantíssimo pois, basta apenas um jogo ruim, para a mídia escorraçar um garoto. Essa pressão é ainda maior em um calouro escolhido no primeiro round, onde a franquia deposita muita confiança em cima do jogador.

Então, espero e acredito de verdade que Jordan Poole volte a jogar no nível de NCAA  e até mesmo de Summer League, onde teve uma boa média e teve um ótimo aproveitamento (acima dos 50% de FG) e mostrou uma ótima consistência defensiva em vários jogos.

Isso mostra que, se bem trabalhado na defesa, Jordan Poole pode vir a ser tornar um jogador ‘two-way’ (two-way é um jogador que age bem dos dois lados da quadra, tanto defendendo , quanto pontuando), afinal, Jordan Poole ainda tem um bom teto para evolução na liga e acredito que ele ainda evoluirá bastante.

 

– Por Kleber Guimarães, do @WarriorsBrDub.

DEIXE UMA RESPOSTA