Faltam 64 dias para a 100ª temporada da NFL e hoje relembramos mais uma grande história da liga: a temporada fabulosa de Jerry Rice em 87! Acesse fumblenanet.com.br/nfl100 para conferir outras histórias épicas!

José Macia, o Pepe, costuma dizer que é o maior artilheiro do Santos. “Pelé não conta, ele é extraterrestre”. Consquentemente, Randy Moss pode aplicar a mesma lógica a Jerry Rice. Uma vez que o wide receiver figura na segunda posição em touchdowns marcados na NFL, com 156. Atrás somente do alien do Mississippi, que comemorou 197 vezes nas endzones adversárias. 22 celebrações aconteceram no ano de 1987, o terceiro de Rice na liga.

Jerry desde calouro já fez por merecer a atenção dos cornerbacks rivais. Em 85 terminou como o 1º wide receiver da equipe em jardas recebidas, a frente do ídolo já estabelecido Dwight Clark. No ano seguinte, assumiu de vez o protagonismo entre os recebedores de Joe Montana, com quase o dobro de jardas de Clark e 15 touchdowns recebidos. Enquanto isso, o resto do time somou 6.

O ano de 87 ficou marcado pela greve promovida pelos jogadores, resultando no cancelamento das partidas da semana 3 e o uso de jogadores substitutos nas três semanas seguintes. Assim, Rice só disputou 12 jogos na temporada regular. Com menos partidas, seria normal esperar números menores dos jogadores. Menos jardas lançadas, menos tackles realizados, menos touchdowns recebidos, certo? Errado, Jerry Rice não era um wide receiver qualquer. Assim como no caso Pelé, aqui tratamos de um alien.

Em 1984, Mark Clayton, wide receiver dos Dolphins, quebrara o recorde de touchdowns recebidos em uma única temporada (18). Marca expressiva, visto que o tabu vinha desde 61. Contudo, 3 anos depois do feito de Clayton, Rice esticou ainda mais a corda. Recebendo 3 touchdowns em 3 partidas, e sem passar em branco em nenhuma delas, Rice fechou a temporada com surpreendentes 22 tentos.

Destaque para a dobradinha das semanas 11 e 12, contra Buccaneers e Browns. Jerry teve 7 recepções, 3 touchdowns e mais de 100 jardas… em cada jogo. A temporada terminou cedo para os Niners, que foram derrotados pelos Vikings ainda nos Divisionals. Ainda assim, o ano de 1987 ficou marcado nas recordações de Rice e na história da NFL.

DEIXE UMA RESPOSTA