O Jacksonville Jaguars decidiu começar sua busca por um novo treinador e demitiu Gus Bradley após a derrota para o Houston Texans, no início da noite do último domingo, 18.

O último jogo de Bradley como treinador de Jaguars foi deprimentemente apropriado. Sua equipe abriu uma vantagem de 20-8 no segundo quarto, jogando em Houston, mas acabou sofrendo a virada. Os Jaguars estão com uma campanha de 2 vitórias e 12 derrotas nesta temporada, e Bradley termina seu período em Jacksonville com 14 vitórias e 48 derrotas. Sua porcentagem de vitórias de .226 é a pior na era do Super Bowl entre treinadores com um mínimo de 50 jogos.

“Hoje eu agradeci Gus Bradley por seu compromisso com o Jacksonville Jaguars ao longo dos últimos quatro temporadas”, disse o proprietário da equipe, Shad Khan, através de um comunicado. “Como todos sabem, Gus deu a sua comissão e jogadores, literalmente, tudo o que ele tinha. Nossos atletas competiram por Gus e eu sei que eles têm um grande respeito por ele, como eu”, completou.

 

A equipe anunciou nesta segunda-feira, 19, que Doug Marrone, assistente técnico e técnico de linha ofensiva, assumirá como treinador interino. Marrone foi o candidato lógico e da casa para comandar o show mas duas últimas semanas da temporada. Com 52 anos, ele se juntou aos Jags como assistente em janeiro de 2015.

Depois de dois anos como treinador do Buffalo Bills (2013 a 2014), Marrone infelizmente optou por sair do contrato depois que a equipe trocou de dono. Seu aproveitamento foi de 15 vitórias e 17 derrotas em duas temporadas como treinador dos Bills, inclusive levando o time para uma temporada de 9-7 em 2014, a primeira com mais vitórias do que derrotas na franquia desde 2004.

Dada a experiência de Marrone no comando de uma equipe, é lógico que o general maneger Dave Caldwell lhe entregou as rédeas para ajudar a guiar os Jags para o final de outra temporada decepcionante. Será interessante ver se os Jaguars vêem o período de dois jogos como uma audição para o treinador manter-se além de 2016.