Faltam poucos dias para o draft da NFL, e ao invés de fazer os repetitivos mocks decidi fazer algo diferente dessa vez, deixando o meu mock final para depois, dias antes do evento. Com o término da Free Agency, e as performances no Combine, já é possível ter uma ideia dos caminhos que Loomis & Cia podem tomar. Nesse texto, farei um formato diferente, irei indicar 5 alternativas para cada escolha das três primeiras rodadas, classificando 3 dessas opções em classificações: A Ilusão: o jogador, que provavelmente não estará disponível quando o Saints estiver no relógio. A Escolha Segura: o jogador que envolve menos riscos de ser um bust, e que provavelmente estará disponível. O Reach: o atleta que por diversos fatores foi pouco cogitado e é considerado um risco, mas que pode surpreender e agitar o draft. Vamos começar…

11ª Escolha:

  • A Ilusão: Marshon Lattimore – Cornerback – Ohio State

Lattimore é o tipo de jogador que em longo prazo, será o dono de sua secundária, em Ohio, ele mostrou potencial de um Cornerback com nível de ProBowl . Essa, que é uma das posições de transição mais difícil para os jogadores universitários, e por causa disso, quando se tem convicção de um Cornerback que consiga ser titular já no seu primeiro ano, como é o caso de Lattimore, vale muito a pena apertar o gatilho.

  • A Escolha Segura: Derek Barnett – Defensive End – Tennessee

Barnett é o jogador mais popular nos mocks, e isso é bem compreensível, ele seria o pass rusher ideal para fazer oposição a Cameron Jordan. Barnett foi um verdadeiro monstro em termos de produtividade, quebrando o recorde de sacks de Reggie White. Se draftado, ele deve ganhar os fãs rapidamente, com sua regularidade e sua filosofia de trabalho.

  • O Reach: Christian McCaffrey – Running Back – Stanford

“Ah, mas o Saints precisa de defesa, não tem que se preocupar com o ataque”, concordo com a tese de que a defesa deve ser prioridade nesse draft, mas Loomis não pode esquecer desse ataque que já perdeu uma das alternativas mais polivalentes da liga, Brandin Cooks. McCaffrey iria ser uma arma poderosa para Drew Brees, revezando com Mark Ingram no backfield, e aparecendo no jogo aéreo com sua habilidade de fazer rotas e recepções.

  • Nomes que valem a lembrança :

. Reuben Foster – Linebacker – Alabama.

. Haason Reddick – Linebacker/Defensive End – Temple

32ª Escolha

  • A Ilusão: Charles Harris – Defensive End – Missouri

Harris é um dos top pass rushers desse draft, que caiu um pouco de rendimento em 2016 devido a uma mudança de esquema. Apesar disso, foi possível perceber muito potencial no jogador de Missouri que, se draftado seria um atleta ideal para a defesa 4-3 do Saints. Números ruins no combine podem fazer com que Harris caia nos quadros do draft, apesar disso, é um cenário difícil de acontecer.

  • A Escolha Segura: TreDavious White – Cornerback – LSU

White foi um líder da defesa de LSU, recebendo a camisa de número 18, que tem um significado especial para os atletas da equipe. Além da sua liderança e da sua mentalidade vencedora, ele mostrou ser um jogador muito bom, com ótimos instintos dentro de campo. Ele iria contribuir de imediato na secundária do Saints.

  • O Reach: Patrick Mahomes – Quarterback – Texas Tech

Não sou muito fã da idéia de escolher um Quarterback tão cedo, ainda mais com tantos buracos na defesa, e com a classe de 2018 muito superior a essa. Porém, sempre se deve estar atento a boas oportunidades, e se Loomis e Payton tem a convicção de que Mahomes é o sucessor de Drew Brees, tem que aproveitar essa brecha.

  • Nomes que valem a lembrança :

. Zach Cunningham – Linebacker – Vanderbilt

. Takkarist McKinley – Defensive End – UCLA

42ª Escolha

  • A Ilusão: Jarrad Davis – Linebacker – Florida Gators

Jarrad Davis se mostrou, no College, tudo o que um linebacker precisa ser para se dar bem na NFL, um líder. Ele, além de tomar conta da defesa dos Gators, mostrou instintos impressionantes, e pode jogar como Mike ou como Will, e sabemos que o Saints é muito deficiente nesse setor. Davis mostrou ser um jogador de primeira rodada no College, mas uma lesão tirou tempo de jogo dele em 2016, e isso pode fazer com que ele escape para a 2ª rodada, o que seria um grande roubo do Saints.

  • A Escolha Segura: Alvin Kamara – Running Back – Tennessee

Em algum ponto do draft, Loomis terá que endereçar alguma posição de ataque para o Saints, e Kamara é um ótimo complemento para Ingram. O running back de Tennessee, mostrou na universidade que pode ser o jogador que Payton tanto procura, um “pass catcher Running Back”, perfil que não temos desde Darren Sproles e Pierre Thomas. Kamara seria uma ótima válvula de escape para Drew Brees, que iria adorar uma opção tão versátil.

  • O Reach: Adoree Jackson – Cornerback – USC

Adoree é um dos jogadores mais curiosos desse draft, isso porque ele além de ser cornerback, também atuou em USC como running back, além de ter se mostrado um excelente retornador. O que mais impressiona em Jackson é sua personalidade, raramente se esconde no jogo. Ele seria uma escolha arriscada do Saints, pois muitos duvidam se ele se dará bem na NFL marcando os ótimos recebedores da liga. Se draftado por Loomis, Adoree iria ser peça fundamental no Special Teams, mas seria uma incógnita como Corner, podendo ser um bust, ou um jogador que melhorará bastante e secundária da equipe.

  • Jogadores que valem a lembrança:

. Budda Baker – Safety – Washington

. Kevin King – Cornerback – Washington

76ª Escolha

  • A Ilusão: Curtis Samuel -Wide Receiver / Running Back – Ohio State

À medida que o draft vai passando, fica cada vez mais difícil prever quem estará disponível ou não, e apesar de ver alguns analistas avaliando Samuel como um jogador de 3ª rodada, eu vejo ele sendo selecionado na primeira metade da segunda. Apesar disso, se Samuel estiver disponível quando o Saints for selecionar, não deve haver dúvidas de quem escolher, o jogador de Ohio State é extremamente veloz e versátil, podendo jogar tanto de Wide Receiver como de Running Back, o que traria um dinamismo muito grande para o ataque da equipe.

  • A Escolha Segura: Marcus Williams – Safety – Utah

Escolhi Williams no meu último mock nessa mesma posição, e sou fã de seu jogo. O Safety de Utah mostrou um instinto impressionante em 2016, sendo um verdadeiro playmaker para sua equipe jogando no último setor da defesa. Um trio de safetys com Vaccaro, Bell e Williams, com Bush de backup seria bem atraente e assustador para os adversários.

  • O Reach: Chris Godwin – Wide Receiver – Penn State

Godwin poderia ter sido classificado também como “Ilusão”, mas como falei, fica cada vez mais difícil supor quem estará disponível. Poucas pessoas relacionam o Wide Receiver ao Saints, e não entendo o porquê. Godwin foi, na universidade um ótimo recebedor, tendo um Rose Bowl contra USC muito bom e seria uma ótima reposição para Brandin Cooks.

  • Nomes que valem a lembrança:

. Anthony Walker Jr – Linebacker – Nortwestern

. Kareem Hunt – Running Back – Toledo

103ª Escolha

  • A Ilusão: Duke Riley – Linebacker – LSU

Riley jogou apenas um ano como titular em LSU, mesmo assim se provou um jogador promissor, ideal como um WeakSide Linebacker na formação 4-3. Ele começou a offseason desvalorizado, mas vem subindo cada vez mais nos quadros de jogadores. Ele seria uma aquisição ótima para o grupo de Linebackers do Saints, mesmo sabendo que é bem difícil estar disponível a essa altura.

  • A Escolha Segura: Antonio Garcia – Offensive Tackle – Troy

Nas entrevistas recentes de Sean Payton, ele mostrou a preocupação com a adição de um Tackle para a equipe, possivelmente o sucessor de Zach Strief. Garcia seria o cara para desenvolver e preparar para ser o substituto de um dos líderes da equipe.

  • O Reach: Trey Hendrickson – Defensive End – Florida Atlantic

Por ser de uma escola menor, Hendrickson não é tão valorizado como deveria, na universidade mostrou uma habilidade impressionante de pressionar o Quarterback adversário. Sua aquisição seria parecida com a de Onyemata no ano passado, rotacionar o jogador enquanto ele se desenvolve.

  • Nomes que valem a lembrança:

. Kendell Beckwith – Linebacker – LSU

.   Jamaal Williams – Running Back – BYU