Fala galera! Muitos running backs #1 baleados no final de semana. Lynch foi para IR e Sony Michel evitou uma lesão mais grave no joelho, mas ainda não tem previsão de volta. Tivemos também Marlon Mack explodindo e se mostrando recuperado das lesões.

Temos alguns candidatos para Wide Receivers, por conta de lesões e queda nos snaps, sem falar nos times que estão de Bye nesta semana (Falcons, Dallas, Chargers e Titans)… Vamos nessa!

Running Backs

Marlon Mack, Colts

Mack é sua pick No. 1 esta semana. Ele já tinha dado ótimos sinais no jogo contra o Jets na semana 6, e agora conseguiu seu breakout game contra o Bills. Foram 159 jardas, 2 TDs e 3 recepções, sendo o terceiro melhor RB da rodada. Essa semana, enfrenta a defesa do Raiders! Já havia dado a dica na semana passada, se ele sobrou na sua liga pegue-o e ponha pra jogar, talvez seja o último RB1 disponível na temporada nos waivers.

Raheem Mostert, 49ers

Mostert entrou forte no ataque de Kyle Shanahan, e Matt Breida parece não se manter saudável. Alfred Morris ainda está lá, mas ele simplesmente não se encaixa no ataque do 49ers.

Jalen Richard, Raiders

Doug Martin provavelmente será o titular, mas ele não é bom o suficiente. O Raiders provavelmente ficarão atrás do placar na maior parte das vezes, o que vai gerar muitos alvos na direção de Richard. Ele deve ser um jogador consistente no PPR, enquanto Martin será um jogador melhor nas ligas de pontuação padrão, mas sempre inconsistente.

Ronald Jones, Bucs

Peyton Barber foi tenebroso (11 tentativas pra 30 jardas) em uma partida muito favorável para RBs na semana passada, e é provável que Jones comece a dividir o trabalho com ele. Jones recebeu uma carregada de goal line anotando um touchdown, mas pouco mais fez além disso.

A boa notícia é que essa equipe dos Bucs precisará pontuar para compensar sua defesa, e provavelmente precisará jogar perseguindo os adversários no placar. Jones deve ser o melhor jogador a se encaixar nesse ataque.

Ito Smith, Falcons

Smith continua a compartilhar as carregadas com Tevin Coleman. Eles provavelmente continuarão com o comitê. Smith ainda deve ficar como opção para os jogadores que estão na bye week.

Kenjon Barner, Patriots

Não parece que Sony Michel tenha se lesionado com gravidade, mas ainda não temos previsão real para seu retorno. A menos que o Patriots faça uma trade (o que é improvável nesta altura), Barner aparenta ser o RB que começará as corridas de 1º e 2º downs, com James White no papel de RB recebedor.

Rashaad Penny, Seahawks

Penny tem sido alvo de dúvidas e questionamentos por boa parte dos jogadores de fantasy até agora nesta temporada. A primeira escolha do Draft do Seahawks simplesmente não consegue entrar no peso, aprender o playbook, e entregar boas performances. No entanto o investimento de capital no draft foi altíssimo e Pete Caroll não vai desistir fácil de Penny.

Talvez o sinal que o staff precisasse tenha vindo no último jogo, onde ele correu nove vezes para 43 jardas e pegou os dois alvos para mais 27 jardas. Essas estatísticas não farão com que você o considere com sua prioridade nº 1 nos waivers dessa semana, mas sabemos que Seattle espera apenas um bom sinal de seu calouro.

Wide Receivers

Geronimo Allison, Packers

Allison deve estar pronto para jogar depois da bye week, e é o segundo alvo de Aaron Rodgers. É inacreditável que o percentual de disponibilidade ainda esteja abaixo de 50% nos principais mecanismos de fantasy (Yahoo, ESPN e NFL).

Chris Godwin, Bucs

Godwin viu seus snaps aumentarem na semana 7 e continua sendo o alvo preferido de Jameis Winston. Com a defesa de passe dos Buccaneers tão precária e o jogo corrido falhando, precisarão lançar bastante a bola para percorrer o campo e correr atrás dos placares, e Godwin continuará sendo uma grande parte desse esforço.

Tre’Quan Smith, Saints

Smith parece que vai ser o substituto de Ted Ginn, e apesar dos baixos números de fantasy na última semana, ele fez boas jogadas e recepções que mostram seu talento nos dois últimos jogos. Ele parece estar muito à frente de Cameron Meredith (zero alvos!) e é a opção preferida atrás de Michael Thomas neste forte ataque.

Randall Cobb, Packers

Cobb também deve estar de volta esta semana e voltou para o time titular. Ele teve um péssimo jogo antes de se machucar, mas também teve um grande jogo da semana 1 contra o Bears. Eu não o vejo perdendo seu posto de recebedor número 3, que ainda é uma posição forte em Green Bay.

Danny Amendola, Dolphins

DeVante Parker também está no radar de muitos jogadores nos Waivers dessa semana devido à lesão de Albert Wilson e o estado de saúde duvidoso de Kenny Stills, mas não acho que Parker valha o risco. Amendola está mais preparado para uma carga de trabalho alta com as ausências dos titulares até então. Ele pegou seis passes para 84 jardas na semana passada e deve ser, no mínimo, um jogador decente no formato PP, pois seu número de alvos será consideravelmente elevado.

Courtland Sutton, Broncos

Sutton é um jogador que fica mais valioso a cada semana, pois mostra seu talento quando recebe o mínimo de volume. Há uma chance dos Broncos negociarem Demaryius Thomas ou Emmanuel Sanders antes do prazo final das trades. Sutton seria um starter toda semana nesse cenário.

Tyrell Williams, Chargers

Williams teve grandes jogos consecutivos, mas ainda parece precisar de mais touchdowns para ser útil em termos de Fantasy. Pode ser um alvo esquecido em função da semana de bye dos Chargers.

Tight Ends

Chris Herndon, Jets

Herndon liderou os Jets em pontos de fantasy na semana passada e agora tem duas semanas seguidas marcando touchdowns. Com as lesões sofridas por Terrelle Pryor e Quincy Enunwa, Herndon deve continuar sendo uma grande arma do ataque, recebendo um bom volume de alvos de Sam Darnold.

C.J. Uzomah, Bengals

Uzomah terá um grande confronto com Tampa Bay esta semana e será uma opção de streaming útil.

Quarterback

Mitchell Trubisky, Bears

Trubisky fez três grandes jogos fantásticos (QB Elite) e até que mostre o contrário, deve ser considerado como uma opção viável para toda a temporada. Seus problemas de precisão nos arremessos ainda estão lá, mas suas pernas e Tarik Cohen, Trey Burton, Taylor Gabriel e Robinson devem continuar a ajudá-lo a produzir pontos para seu time.

DEIXE UMA RESPOSTA