No dia 28 de fevereiro, iniciou-se oficialmente a temporada 2017 da NFL com o combine, que é o período em que a liga convida cerca de 300 atletas do College para uma espécie de ‘’show de talentos’’ que acontece no Lucas Oil Stadium em Indianápolis. O combine é composto por seis exercícios, que avaliam performances dos jogadores universitários, dentre eles se destacam o ‘’40 yard dash’’, um exercício onde os convidados disputam pelo tempo mais curto em uma corrida no espaço de 40 jardas, além dos saltos verticais e horizontais e das repetições de supino. Seguindo essas atividades citadas, que são comuns a todos os atletas, vem exercícios relacionados as posições que avaliam os desempenhos dos esportistas, como no caso dos Quarterbacks, que existe os “drills” de lançamentos. Além da prática dessas atividades descritas, os combines proporcionam aos atletas e as comissões técnicas,  análises médicas, para avaliar as condições físicas dos jogadores, e entrevistas com treinadores e general manangers, que são de extrema importância, principalmente para o Saints, já que o Sean Payton é um treinador que valoriza bastante a personalidade e a filosofia de trabalho dos atletas. Segue uma lista de jogadores interessantes para o Saints ficar de olho no combine.

 

Carl Lawson, Defensive End, Auburn

Carl Lawson teve uma carreira universitária muito instável e marcada por lesões que o fizeram perder a temporada de 2014 e mais da metade de 2015. Apesar disso, nos jogos em que Lawson atuou, foi possível perceber boas técnicas de pass rush e eficiência contra o jogo terrestre. Além dos atributos técnicos de Lawson, ele se mostrou um líder da defesa de Auburn, e se não fossem as lesões ele poderia ser considerado um jogador top 15 no draft.

Desmond King, Defensive Back, Iowa

A principal questão envolvendo King foi relacionada a sua posição, ele teve uma carreira muito boa em Iowa jogando como Cornerback com estatísticas muito atraentes. Desmond chegou a ganhar o Jim Thorpe Award em 2015, prêmio dado ao melhor jogador de secundária do College. O que acontece é que devido a sua velocidade e ao seu tamanho, King foi convidado pro Combine como Safety. Em razão dessa troca de posição, Desmond King será um jogador interessante para se analisar no Combine e tirar de uma vez por todas, essa dúvida.

Anthony Walker Jr, Linebacker, Northwestern

Em minha opinião Anthony Walker é um dos jogadores mais desvalorizados deste draft, e o Saints draftando ele poderia ser um ‘’roubo’’ do patamar de Michael Thomas. Apesar de Walker não receber a atenção que eu acredito que ele mereça, o Combine pode servir como trampolim para ele subir posições no draft. Walker, que apesar de ser de uma escola menor, tem estatísticas surpreendentes que fazem dele um verdadeiro “playmaker”, que vale a pena ficar de olho.

Evan Engram, Tight End, Ole Miss

Todos sabem que Sean Payton é um entusiasta de Tight ends que sabem ser alternativas poderosas no ataque e principalmente na red zone. Engram poderia ser esse jogador, já que Fleener não foi o que todos esperavam, e esse Combine servirá para ele comprovar a sua velocidade e tirar alguns pontos de interrogação que preocuparam na sua carreira universitária, como bloqueios e drops.

Ethan Pocic, Center, LSU

 

Ethan Pocic é o único jogador dessa lista de Louisiana, e é um jogador bem interessante, pois apesar de ser Center, ele pode ser alinhado como Guard. Em Indianapolis, Pocic poderá evitar  algumas questões que os olheiros tem em relação a ele, como por exemplo o fato dele ser considerado alto para um Center, e ser dominado algumas vezes pela linha defensiva adversária.