Na tarde da última terça-feira, Hue Jackson anunciou mudanças no corpo técnico da equipe do Browns, onde é head coach. Como parte da “visão vencedora” que se propôs a instituir, Hue mudou parte do staff, principalmente dos responsáveis pela parte defensiva do time, que foi muito questionada durante esta temporada.

O nome que mais chamou a atenção entre os dispensados por Jackson é o de Ray Horton, coordenador defensivo que esteve na equipe de Ohio por apenas um ano, após passagem pelo Tennessee Titans. Vale lembrar que ele também era técnico de defesa do time em 2013 e, desde então, recebia o salário dos Titans e o do acordo rescindido com os Browns.

Preparando-se para a chegada do novo técnico do setor, a direção do time de Berea mandou embora além de Horton, Louie Cloffi, coordenador de defensive backs, Johnny Holland, técnico de inside linebackers, Ryan Slowik, de outside linebackers, além de Cannon Matthews, assistente do setor gerenciado por Cloffi e Hal Hunter, técnico de linha ofensiva.

As mexidas feitas pelo front office e o head coach não param por aí. A diretoria repôs a ausência do técnico de defesa com a contratação de Gregg Williams, ex-coordenador defensivo do Los Angeles Rams, o mesmo que esteve envolvido no bounty scandal em 2012 com o New Orleans Saints, que previa em bônus por contusões causadas em jogadores de times rivais. Gregg pretende trazer assistentes para repor os demitidos e a expectativa é grande em torno da mentalidade que o setor terá a partir desta temporada.