Com a NFL cada vez mais perto de sua aguardada volta e com o training camp prestes a começar, já podemos matar um pouco das saudades do nosso amado time, porém como faz muito tempo desde minha última coluna, muitas coisas aconteceram em LA, muitas pessoas saíram e muitas pessoas chegaram, a offseason dos Rams foi no mínimo movimentada nesta temporada sem contar com os rookies que chegaram via draft.

Com tantos novos rostos usando nosso manto sagrado é bem capaz de alguns jogadores terem passados despercebidos de algumas pessoas, então tive a ideia de fazer uma serie de duas colunas apresentando o roster atual da equipe, este primeiro apresentando os jogadores do ataque e o próximo apresentando os jogadores da defesa e special teams, além de alguns pitacos sobre o que deve acontecer nos camps e de quem deve permanecer em Los Angeles formando os 53 finais, então vamos começar:

**Obs: os prováveis titulares estarão em negrito

Quarterback

Roster: Jared Goff, Sean Mannion, Brandon Allen e Luis Perez

Nada mais justo começar com o jogador da principal posição do time. Durante anos a equipe teve dificuldades em ter um bom jogador nesta posição, mas depois da última temporada parece que esse problema ficou no passado com Jared Goff under center. Goff está vindo de sua primeira participação no Pro Bowl, melhorou em todos os aspectos do seu jogo comparando com a sua temporada de calouro e tem se mostrado um verdadeiro franchise quarterback, obviamente não há duvida de quem será titular nesta temporada, e até na próxima década, se tudo correr como esperado.

Como vimos com os Eagles temporada passada é muito importante ter um reserva de qualidade, e isto não é uma certeza em Los Angeles o backup imediato é Sean Mannion que apesar de ser uma escolha de terceiro round, tem 0 touchdowns e 1 interceptação em 7 jogos na carreira, não será uma surpresa se Mannion perder sua vaga para Allen ou Perez.

Falando em Allen e Perez, o primeiro foi inserido no roster temporada passada depois de ter sido pego nos waivers e permanece lá até agora e tem tudo para lutar por uma vaga, já Perez é um free agent undrafted que jogou muito bem na Div II levando Texas A&M-Commerce a um campeonato nacional.

Apesar de a luta pela vaga de backup ser muito disputada é muito difícil imaginar que qualquer um que não seja o Goff sair na foto.

 

Jared Goff no training camp
Jared Goff no training camp

Running Backs

Roster: Todd Gurley, Malcolm Brown, John Kelly, Justin Davis e Nick Holley

Para a surpresa de poucos o ataque dos Rams passou muito pelas maos de Gurley na ultima temporada o que o elevou a uma campanha de Offensive Player of the Year e um enorme contrato de 60 milhões de dólares. Gurley tem sido titular desde que foi draftado em 2015 e teve a melhor temporada de sua carreira ano passado onde teve a maior porcentagem do backfield, pegou 64 passes e liderou a liga com 2.093 jardas de scrimmage, e em 2018 poucas coisas devem mudar, a esperança de um Super Bowl para Los Angeles passara muito pela mão de Todd, e ele só deve ter menos de 300 toques se ele se machucar ou se os Rams estiverem ganhando de 45 pontos no terceiro quarto.

Aqui é onde as coisas ficam interessantes, Brown foi o reserva imediato de Gurley temporada passada mas jogou basicamente apenas no final quando o Rams já estava poupando seus principais jogadores, ele teve 72 touches para 299 jardas, embora seja um bom reserva  ele está longe de ser um corredor dinâmico ou um bom recebedor, ou seja ele não se encaixa perfeitamente na filosofia dos Rams.

Desta vez Brown tem uma concorrência de verdade pela vaga de backup do Gurley, o principal adversário de Brown é John Kelly, calouro vindo de Tennessee, que pode dar muita dinâmica ao nosso backfield, ainda está longe de ser um jogador completo, mas pode ajudar muito a equipe diminuindo o numero de carregadas do Todd e é um cara que se sente muito confortável correndo entre os tackles e para mim foi uma das grandes joias que encontramos no draft desse ano. Em seguida vem Davis que é um grande ponto de interrogação para os Rams: apesar de ter feito parte do roster temporada passada ele só foi relacionado para 4 jogos na temporada tendo apenas uma carregada e por fim temos, Holley que jogou em praticamente todas as posições do jogo no seu tempo de Kent State, essa flexibilidade pode lhe dar alguns pontos apesar de eu não achar que ele realmente fique.

Todd Gurley no Training Camp
Todd Gurley no Training Camp

Tight End

Roster: Tyler Higbee, Gerald Everett, Temarrick Hemingway, Johnny Mundt, Henry Krieger – Coble.

Os Tight Ends nao foram uma posição muito utilizada pelo Rams ano passado, Higbee e Everett tiveram combinados 41 passes, 539 jardas e 3 touchdowns. Embora os Rams utilizem o esquema com 1 TE, 1 RB e 3 WR mais do que qualquer outra equipe na NFL, vamos listar Higbee e Everett como possíveis titulares pois esta é uma das grandes questões a serem resolvidas no TC. Higbee teve bem mais snaps do que Everett, 730 e 297 respectivamente, no entanto essa lacuna deve diminuir com o sophomore Everett tendo cada vez mais espaço, é verdade que Gerald ainda precisa melhorar seus bloqueios tanto no jogo corrido como no jogo de passe, mas ele é bom demais pra ficar muito tempo fora de campo.

Hemingway perdeu toda a temporada passada depois de quebrar a perna na pré-temporada, mas ele esta pronto para agregar esse ano e ele é um TE grande que além de ser um bom bloqueador é muito bom recebendo passes também, os Rams tiveram três TE na temporada passada e não há razoes para mudar esse ano, Hemingway deve entrar no lugar de Derek Carrier que teve 185 snaps, totalizando 18 por cento dos snaps dos Tight Ends.

Levar 4 TE para o roster final é raro na liga, ainda mais para os Rams que costumam jogar com 3 Receivers, logo as chances de Mundt ou Krieger ficarem no time são mínimas, salvo algo extraordinário como uma lesão. Mundt ainda tem um ponto a seu favor de que ele jogou nos special teams temporada passada, mas contribuiu pouco no ataque apenas 4 snaps, já Krieger já tem uma certa rodagem passando pelos Broncos e Colts até chegar nos Rams.

Tyler Higbee no Training Camp
Tyler Higbee no Training Camp

Wide Receivers

Roster: Brandin Cooks, Robert Woods, Cooper Kupp, Josh Reynolds, Mike Thomas, Pharoh Cooper, Steven Mitchel, Fred Brown, Rick Jeune, LaQuvionte Gonzalez, Codey McElroy

Graças a Deus o tempo em que a bola oval era lançada na direção de Tavon Austin ou Kenny Britt ficou no passado! O grupo atual de recebedores dos Rams é dinâmico com excelente velocidade e explosão o que é bom para Jared Goff e para o ataque como um todo. Pode não haver um grupo de WR melhor do que de Los Angeles em toda a liga, Brandin Cooks chega para substituir Sammy Watkins como o recebedor X do roster, com Robert Woods jogando do outro lado – lembrando que Woods foi o alvo de confiança de Goff – e com Kupp jogando no slot, como já dito, os Rams utilizam muito a formação com 3 recebedores e devemos ver esse trio constantemente em campo.

Se alguma coisa acontecer com o nosso trio titular o reposição não deve ser um grande problema, já que McVay deixou Watkins ir embora sem fazer esforço antes mesmo de começarem as conversas com Cooks. Reynolds foi um dos mais elogiados pelo coach, onde foi dito que ele é um recebedor capaz e poderia até começar como titular, o que eu acho improvável, mas é sim um bom backup e além de contar com a presença de Thomas que não mostrou muito na NFL, porem é uma boa arma para ser usada na beirada do campo. Já Pharoh Cooper é mais nosso retornador do que recebedor, e convenhamos já é um dos melhores da liga.

Os Rams levaram 7 WR na ultima temporada e deve fazer isso novamente nesta, com isso já listamos 6 que provavelmente tem suas vagas garantidas no roster final assim sobra apenas uma vaga a ser preenchida, o favorito é Mitchell que é um free agent undrafted adquirido esta temporada, mas essa batalha sera difícil.

Brandin Cooks no training camp
Brandin Cooks no training camp

Offensive Tackle

Roster: Andrew Whitworth, Rob Havenstein, Joseph Noteboom, Cornelius Lucas, Darrel Williams

A linha ofensiva dos Rams sofreu uma grande mudança temporada passada com a chegada de Whitworth como tackle esquerdo, ele provou ser um grande upgrade e provavelmente foi uma das melhores aquisições da ultima temporada, Whit foi All Pro do time principal na ultima temporada mesmo estando ao auge dos seus 36 anos, já Havenstein depois de jogar como Guard parece ter se encontrado na ponta direita da linha jogando em um nível muito alto, principalmente no jogo corrido, apesar de não ser a melhor dupla da liga porem é uma dupla formidável para o Rams.

Atras de Whitworth e Havenstein vem Lucas e Noteboom, como Noteboom foi a primeira escolha do time no draft desse ano provavelmente seu lugar no time esta garantido e sua habilidade de jogar tanto pela direita como pela esquerda pode permitir uma maior flexibilidade, os Rams re-assinaram com Lucas em Abril provando ser uma valiosa peça .

Essa situação provavelmente é ruim para Williams pois com tanto talento para a mesma posição e normalmente as equipes não levam tantos homens de linha eu acho pouco provável que  ele fique nos 53 finais.

Andrew Whitworth no training camp

Offensive Guards

Roster: Rodger Saffold, Jamon Brown*, Austin Blythe, Jamil Demby, Jake Eldrenkamp, Jeremiah Kolone

Aqui as coisas ficam um pouco interessantes para o incio da temporada, os Guards estão sendo cada vez mais valiosos na liga e o Rams tem um bom nome em Saffold que até a chegada de Whitworth era o mais confiável jogador da nossa linha, Saffold é provavelmente um dos jogadores mais subestimandos da liga ele não jogou o ProBowl mas foi eleito All Pro do segundo time, ele é um excelente blocker e melhorou bastante na proteção ao passe, o que o torna o ajuste perfeito entre With e Sullivan. Já do outro lado temos um pouco de problema, Brown já teve alguma dificuldade temporada passada e é o elo mais fraco de toda a linha ofensiva, ele precisa ajustar sua proteção ao passe, e para piorar ainda mais a situação ele está suspenso por dois jogos por ser pego no exame da liga.

A substituição de Brown vira de um desses dois, Blythe jogou ano passado como Center quando Sulli se machucou e por isso deve começar como o favorito para a semana 1 e 2, e por outro lado Demby jogou de tackle na faculdade e terá que fazer a transição para Guard na NFL.

Como Blythe pode jogar tanto como center como Guard, a apenas uma vaga para a posição e contando que Blythe é o favorito isso é uma péssima noticia para Elderkamp e Kolone.

Roger Saffold no training camp
Roger Saffold no training camp

Center

Roster: John Sullivan, Brian Allen, Aaron Neary

O Rams assinaram com Sullivan na ultima temporada e apesar de certa desconfiança no começo o negócio se mostrou muito lucrativo, John o miolo da linha e jogou em alto nível na temporada até se lesionar, agora voltando pra 2018 com um novo contrato Sulli pode contribuir muito com sua experiência, leituras pre snaps e jogadas em geral que ajudam Jared Goff, se conseguir se manter saudável é uma grande ajuda ao nosso ataque.

Como já foi dito, Austin Blythe pode jogar tanto como center como guard porem o favorito como backup de Sulli é o calouro Brian Allen, que veio de Michigan State no quarto round desse draft, ele não é muito flexível para jogar como Guard ou Tackle porem com center pode ser o futuro herdeiro de Sullivan.

Com a presença de Allen e Blythe é imporvavel que Neary permaneça com a equipe, ele chegou a fazer um jogo na ultima temporada pelo Rams.

John Sullivan no training camp
John Sullivan no training camp

Essa foi uma apresentação geral do nosso ataque, esse grupo promete muito para essa temporada ainda mais sob a tutela de McVay, temos muito potencial no grupo Goff, Gurley e Cooks e temos tudo para repetir nossa atuação ofensiva do ano passado, não necessariamente ser o melhor ataque da liga, mas sim um time bastante ofensivo que distribui muito bem a bola. O próximo texto sera sobre a nossa defesa e todas as suas novidades.

Go Rams !

DEIXE UMA RESPOSTA