Será que você tem noção de quanto tempo Ben Roethlisberger, Le’Veon Bell, Martavis Bryant e Antonio Brown não alinham juntos no ataque?

Então …

Domingo vai completar exatamente 680 dias desde a última vez. E olhe que ainda foi de forma breve. Naquele fatídico dia 01 de Novembro de 2015, o quarteto talentoso de Pittsburgh entrou em campo contra o Bengals, até então invicto naquela temporada.

Ainda tenho lembrança da primeira drive do jogo. Talvez tenha sido o melhor playcalling de Todd Haley em Pittsburgh. Foram 12 jogadas, 7:14 de posse até o TD de Antonio Brown. Roethlisberger terminou essa campanha com 6/8, 51 jardas e 1 TD. 

Mas, como tendência das últimas duas temporadas, foi apenas um breve momento. Em jogada desleal ao longo da partida, Vontaze Burfict lesionou Le’Veon Bell. HB perdeu o restante da temporada após o lance e aquilo tirou a cabeça do lugar da equipe no jogo. O resto da partida nada deu mais certo e Steelers veio a perder por 16 x 10.

Em 2014 foi de onde guardamos as melhores lembranças. Em 10 jogos, Steelers teve 8 vitórias e 2 derrotas. Roethlisberger teve possivelmente o melhor momento da carreira em termos de números. Foram 3.359 jardas, 24 TDs e 6 INTs. Ele ainda completou incríveis 68.4% dos passes e liderou a NFL em jardas áereas.

O Steelers ainda terminou essas partidas com a incrível média de 29.3 pontos por jogo. Desde então, mesmo com Roethsliberger, Bell e Brown em campo, o time não conseguiu manter essa consistência de 2014. QB, em especial, vem enfrentando muita dificuldade em partidas fora de casa. Sempre esse detalhe faz com que o time perca uma partida decisiva para um seed maior nos playoffs e custa a temporada.

Com um Ben Roethlisberger começando a entrar em clima de aposentadoria, Bell exigindo um contrato alto de longo prazo e Bryant vindo reabilitação, 2017 pode ser a única chance de ver todos juntos. Talvez todos esses contornos dramáticos que culminam no domingo reservam algo de especial para nós. Ansiedade por parte da torcida que não falta.

 

#HereWeGo