Em um momento estranho da temporada, quando o time já está há três semanas sem disputar partidas, o insider da ESPN, Adam Schefter, informou em report que o Colts demite Ryan Grigson, general manager, que estava no cargo executivo do Indianapolis Colts desde 2012.

Ryan Grigson e seu head coach, Chuck Pagano, foram contratados na temporada 2012, para guiar os novos rumos da franquia na era pós-Manning (Peyton havia perdido toda a temporada 2011 com uma séria lesão no pescoço e se transferiu para o Denver Broncos naquele ano). Com o péssimo desempenho da temporada anterior, o Colts tinha nas mãos a primeira escolha geral do draft 2012, e um incrível prospecto diante de si, que acabou sendo o escolhido para comandar o time: Andrew Luck.

As manobras iniciais foram feitas para cercar o novo quarterback da melhor situação possível em termos de jogo aéreo: os tight ends Coby Fleener e Dwayne Allen, o wide receiver TY Hilton e o running back Vick Ballard foram todos selecionados no mesmo ano que Luck, e o time deu indícios de que ia passar pela transição Manning-Luck sem percalços quando foi aos playoffs em três temporadas consecutivas, avançando um round a mais em cada uma delas. Os drafts seguintes foram longe de ser bem sucedidos. Até uma troca de uma escolha de primeiro round pelo running back Trent Richardson foi (bizarramente) feita, e o nível da equipe desmoronou a ponto de estar fora dos playoffs nas últimas duas temporadas, entregando a divisão de bandeja para o Houston Texans.

Poucas transações de Grigson podem ser consideradas acertadas, talvez apenas a troca pelo cornerback Vontae Davis, a contratação do running back Frank Gore e as escolhas de Jack Mewhort, Donte Moncrief. Além da equivocadíssima declaração de que o contrato de Andrew Luck estaria impedindo o time de montar uma boa defesa, relatos de dentro do time dizem que durante a temporada 2015, o GM e Pagano mal se falaram durante o ano, indícios de um relacionamento péssimo que foi explicitado pelo punter Pat McAfee no anúncio da demissão de Grigson:

Ainda na tarde deste sábado o dono da franquia, Jim Irsay, tem marcada uma entrevista coletiva onde deverá dar mais detalhes sobre a demissão.