Na última semana, em entrevista para Rob Maadd da Associated Press, o QB do New Orleans Saints, Taysom Hill, revelou que se vê como um Franchise QB da NFL, e que estará disposto a trocar de franquia para isso, caso seja necessário. Vale lembrar que o jogador se tornará um “Free Agent restrito” nessa temporada, ou seja, ele estará livre para aceitar a oferta de uma nova franquia. No entanto, New Orleans terá a opção de cobrir essa oferta para manter o jogador ou optar por deixá-lo sair, recebendo assim, uma ou mais escolhas de draft do novo time do jogador. Diante de todo esse cenário, explicaremos aqui porque não achamos que Hill tem condições de ser um QB titular de alguma franquia da NFL.

QB não draftado

Hill jogou no College por BYU (Brigham Young University), acumulando durante sua carreira universitária números pouco impressionantes de: 43 TDs e 31 INTs, durante 37 jogos. Essas estatísticas, somadas com as tapes pouco chamativas, fizeram com que o jogador não despertasse o interesse dos analistas das franquias durante o Draft de 2017, no qual também, o jogador já tinha 27 anos, idade considerada avançada para um jogador que veio da universidade. Assim, o QB acabou não sendo draftado, e só veio assinar com o Green Bay Packers, como Free Agent.

Nunca jogou como titular

Tanto no Green Bay Packers, quanto no New Orleans Saints, Hill foi contratado para disputar a posição de “QB reserva”; visto que ambas as franquias já tinham seus Franchises QB’s em Aaron Rodgers e Drew Brees, respectivamente.

Na sua passagem pelos Packers, o jogador não chegou nem a figurar na lista final de 53 jogadores que a franquia levou para a temporada;  participando apenas de 3 jogos da pre-season. Já nos Saints, ele chegou durante a temporada de 2017, sendo utilizado no special teams da equipe; situação bem diferente do que estava acostumado; e só em 2018, ele teria a oportunidade de ir para uma temporada listado na sua posição original de QB.

Porém, com o tempo, o jogador foi se estabelecendo cada vez mais como um “coringa” do esquema de Sean Payton (explicaremos melhor no próximo tópico); e viu o posto de QB backup ser (muito bem) ocupado por Teddy Bridgewater. Ou seja, em 3 anos na liga, ainda não teve uma partida como titular sequer.

Tayson Hill é um grande atleta; não QB

Se você assistiu algum jogo dos Saints nas últimas temporadas, muito provavelmente viu o Hill fazer pelo menos uma jogada dinâmica, seja correndo bem com a bola; seja fazendo uma boa recepção; seja bloqueando um Punt; e claro, seja fazendo um bom passe.

Isso, prova que ele é um excelente jogador de Futebol Americano na sua essência, aquele “coringa” que todo treinador gostaria de ter no elenco, mas, não prova que ele tem condições de ser um QB titular em alguma franquia. Até poque; caso isso venha a acontecer, as jogadas “circunstanciais” como QB que fazem ele se destacar em vários momentos, deixariam de ser um elemento surpresa, pois ele estaria, basicamente, o tempo todo em campo; permitindo com que os adversários expusessem suas fraquezas demonstradas no college e na chegada na NFL.

Portanto, apesar do seu desejo, acreditamos que Taysom Hill não conseguirá um contrato como QB titular em alguma franquia e; menos ainda, achamos que tem capacidade para isso. Assim, esperamos que ele volte para a próxima temporada sendo aquele “faz tudo” que o tornou, provavelmente, o jogador mais dinâmico da liga e um dos mais divertidos de se assistir.

DEIXE UMA RESPOSTA