E chegamos com mais um “Aí O Chico Chora” meus queridos e queridas! Essa semana temos alguns duelos interessantes e que podem dar o que falar. Por conta do tempo muito corrido as análises serão um pouco menores essa semana, mas como sempre (mentira) precisas! Tem time que já pode dar adeus para os playoffs se perder, então fica ligado nos palpites da semana 4 do Beth!

jogo 1

Se tem um time que está jogando tudo ou nada numa partida, esse é o Baltimore Ravens. Depois de três derrotas em três jogos, eles precisam de uma vitória contra seu maior rival. Flacco não está jogando bem até agora e jogar toda a responsabilidade para Steve Smith Sr. é arriscado.

O Steelers está num péssimo momento fora de campo. A lesão de Big Ben vai deixá-lo fora por seis semanas e nesse período a responsabilidade de comandar o ataque cai para Michael Vick. Le’Veon Bell terá que se mostrar frio e calculista para não deixar a peteca cair lá em Pittsburgh. Pela necessidade de vencer e o momento frágil do rival, Ravens leva esse confronto.

jogo 3

Um confronto de divisão que pode ser crucial lá na frente. Jets e Dolphins brigam por uma das vagas de wildcard essa temporada (afinal de contas a divisão já é do Patriots) e esse jogo deve ser pegado. Duas defesas muito fortes e ataques que são promissores, mas ainda não engrenaram. Provalmente será um jogo de muitos turnovers. Será um jogo bem parelho, mas pelo atual momento de cada um dos times, arrisco em uma vitória dos Dolphins.

jogo 8

O Jaguars vem de uma verdadeira sova do Patriots. Mesmo com o jogo perdido, marcaram 17 pontos, algo que surpreendeu. Bortles não fez um jogo ruim (242 jardas, 2 TD’s e 1 INT), mas a defesa deixou muito a desejar. A falta de um pass rush é visível (Dante Fowler Jr. era a esperança, mas está fora da temporada) e isso só tende a complicar as coisas.

O Colts começou mal, perdendo dois jogos logo de cara. Para se redimir venceram o Titans e mantiveram sua invencibilidade em confrontos na divisão. Luck ainda não está convencendo e parece estar cada vez mais nervoso. Frank Gore pode ser uma boa alternativa para aliviar um pouco o quarterback. Acredito que o retrospecto se mantenha e a vitória seja dos Colts.

jogo 2

Um dos jogos mais importantes da semana. Dois aspirantes a playoffs lutando por uma vitória importante fora da conferência. O Bills vem de uma vitória esmagadora sobre o Dolphins fora de casa. Tyrod Taylor jogando em altíssimo nível e a defesa mostrando porque é uma das mais fortes da liga. Quem não ainda não desencantou foi LeSean McCoy, que parece estar perdendo espaço para Karlos Williams.

O Giants venceu o Redskins de maneira convincente, mas o fim do jogo foi preocupante. O time cedeu 15 pontos no último quarto e quase foi pego de surpresa. A defesa não pode relaxar assim de novo ou as vitórias podem escapar. Bills vence e vai encaminhando sua vaga nos playoffs.

jogo 7

 

O Buccs perdeu para o Texans por causa do seu kicker Kyle Brindza, que errou TRÊS field goals e um extra point. Caso fossem convertidos o jogo ficaria 19-19 e as chances de vitória seriam grandes, já que a defesa de Houston estaria cansada. Winston jogou bem e conseguiu conectar ótimos passes com Mike Evans. O jogo corrido foi péssimo. Doug Martin precisa ter mais toques na bola para render.

Cam Newton está voando! O cara está jogando num altíssimo nível nesse início de temporada e já está sendo apontando como um candidato a MVP por alguns especialistas (apesar de ser muito cedo para isso). Greg Olsen se mantêm como o principal alvo de Cam e a dupla já mostrou como é esmagadora. Jonathan Stewart precisa melhorar para manter a titularidade, caso contrário, Artis-Payne pode surpreender e roubar sua vaga. Vitória do Panthers pelo bom momento de Newton e companhia.

jogo 9

Eu realmente adoro duelos de divisão! Redskins jogando em casa depois de perder fora para o Giants. Eles vêm mordidos e querendo se vingar por não ter conseguido virar o jogo no fim. O jogo corrido foi inexistente e Cousins não vacilou muito nas interceptações. Talvez a volta de DeSean Jackson ajude esse ataque a pontuar mais.

Os Eagles finalmente venceram, em um jogo inspirado de Ryan Matthews. A opção para DeMarco Murray deu conta do recado e correu muito mais do que o colega. Não entendo a porque Murray ainda não encaixou nesse time, mas depois de suas atuações e o que Matthews e Sproles mostraram, ele merece ser o 3° no roster. Como o Redskins ainda não me convenceu de que pode jogar em alto nível, vitória do Eagles.

jogo 011

O Raiders está muito empolgado. Parece que finalmente o elenco se encaixou e a galera está ansiosa para ver até onde eles vão. Carr + Cooper + Murray é uma combinação muito interessante por dois motivos: explosão e juventude. Carr e Murray estão na sua segunda temporada e Cooper é um calouro que já mostra maturidade, apesar de perder a cabeça em alguns momentos. A defesa com Tuck, Smith e Mack também se mostra bem sólida.

O Bears… não tem muito o que falar, o time está de mal a pior. Agora dois jogadores foram trocados (Bostic e Allen) e a desestrutura e desorganização só fica mais aparente a cada dia. Raiders vai vencer fora de casa e botar foto na disputa pelo wildcard da AFC.

jogo 012

Um duelo complicado. O pass rush de Houston é muito forte, mas na semana passada não foi tão efetivo contra o Buccanners. J.J. Watt continua jogando muito bem, mas Wilfork e Clowney ainda não apareceram. Quem pode pintar para desequilibrar é Arian Foster voltando de contusão, mas nada certo ainda.

Julio Jones é uma besta! O cara fez sozinho em três jogos mais do que muitos times fizeram em conjunto até agora! Matt Ryan está bem confiante e lembrando muito seu desempenho de 3 temporadas atrás, quando lançou 32 TD’s e teve 14 INT’s. Pelo atual momento e por jogar em casa, Falcons!

jogo 5

O prêmio de jogo mais equilibrado da rodada vai para Bengals vs Chiefs. Para quem achou que a dupla Dalton e Green já tinha dado tudo que podiam está bem enganado. Na última semana A.J. conseguiu “apenas” 227 jardas, o recorde da história da franquia. Hill e Bernard estão numa boa disputa para a vaga de titular no backfield. A defesa ainda não mostra muita evolução e pode se complicar, já que do outro lado temos Jamaal Charles correndo.

Alex Smith está jogando bem. Jamaal Charles está jogando bem. Trevis Kelce está jogando bem. Jeremy Maclin está jogando bem. A defesa está jogando bem. Então por que as derrotas acontecem? Bem, é simples: Falta de eficiência. O time está com muitas dificuldades para converter as chances que tem de pontuar, e como diz a máxima: Quem faz field goal, toma touchdown. Bengals mantêm a invencibilidade em casa e na liga.

jogo 015

Se eu pudesse arriscar um empate, seria nesse jogo. O time de San Diego não embalou e Rivers está com problemas. As interceptações estão se transformando em pontos para o adversário, o jogo corrido não está fluindo e a linha ofensiva não passa segurança. A defesa mostra alguns relapsos de brilhantismo, mas ainda comete muitas falhas. A equipe precisa se entrosar mais se quiser vencer.

Eu gostaria muito de mandar essa imagem para Mike Pettine, técnico do Browns. Ela resume o sentimento dos torcedores, da imprensa e de qualquer um que acredita no potencial dessa equipe. Se Manziel tiver sua chance, garanto que ele mostrará serviço. Até lá, apenas jogos fracos… Chargers vencerá e quem sabe na próxima semana teremos uma troca de quarterback em Cleveland.

jogo 010

Nos últimos confrontos a hegemonia foi do 49ers com Kaepernick jogando muito bem. De lá para cá a coisa mudou muito. O 49ers está brigando para reconstruir o time. O resultado esmagador sobre o Vikings na semana 1 serviu apenas para deixar os torcedores esperançosos. A equipe é fraca e parece despreparada para enfrentar um adversário tão embalado.

Eu preciso mesmo falar alguma coisa do Packers? Sim! A defesa ainda preocupa bastante. O ataque carrega o time e os descuidos podem custar vitórias no futuro. Não adianta roubar uma bola e depois ceder 500 jardas, não é mesmo? É melhor o coordenador defensivo lá de Green Bay começar a mexer os seus pauzinhos para arrumar os defeitos. Vitória do Packers, sem massagem.

jogo 6

 

Equipes muito parecidas. O Cardinals está com uma defesa jogando horrores. Mesmo com as saídas o time manteve o alto nível e continua fazendo o que sabe fazer de melhor: forçar turnovers. Já foram 7 interceptações essa temporada (sendo 3 retornadas para TD). Ano passado foram 18 INT’s com 3 retornos. Se o ritmo se mantiver, Arizona tem grandes chances de ir para os playoffs.

O Rams também é um time defensivo, mas a eficiência não está sendo tão boa quanto se esperava. A equipe é apenas a 17° no saldo de takeaway/giveaway com -1 (foram 2 INT e 1 fumble forçados e 1 INT e 3 fumbles sofridos), e isso preocupa os torcedores. Nick Foles aos poucos está se acostumando com o sistema ofensivo de St. Louis, mas ainda é preciso tempo. Vitória do Cardinals para aumentar a diferença dentro da divisão e dificultar para os coleguinhas.

jogo 013

Um jogo complicado. Para o Vikings. Peyton Manning vem mostrando que tem gás para queimar (ele deve armazenar na sua testa) e pode chegar bem longe essa temporada. C.J. Anderson continua paradão lá no backfield e não correndo nem para ajudar quando tem fumble. Tudo bem que Peyton é um dos melhores, mas jogar toda a responsabilidade para cima do quarterback nem sempre dá certo.

Adrian Peterson voltou MESMO. 126 jardas e 2 TD’s no último jogo, além de mostrar para todos que ele é um monstro SIM! Mesmo com Bridgwater não jogando tão bem, AP tem totais condições de levar o time nas costas (como sempre fez). A defesa tem alguns momentos bons, mas ainda é inconstante. Vale a pena ficar de olho no que a secundária vai terntar fazer para parar o Peytão da Massa. Broncos leva sem muitas dificuldades.

jogo 4

O jogo que vai definir o futuro do Cowboys. Sem seus principais jogadores e jogando em casa, perderam para o Falcons. Agora fora de casa e contra um dos quarterbacks mais explosivos na liga, a coisa fica ainda mais difícil. Weeden precisa lançar mais a bola em profundidade se quiser vencer os jogos. Randle está se estabelecendo como um running back razoável, mas sabemos que o grande sucesso do ataque é a linha ofensiva. Ela pode carregar o time até a volta de Dez e Romo.

Sem Drew Brees o time quase venceu o Panthers, mas faltou maturidade para o reserva Luke McCown (e olha que o cara tem 12 temporadas de experiência na NFL). A defesa está jogando de maneira firme, mas ainda comete erros bobos que custam primeiras descidas e consequentemente o avanço do adversário, por isso é a 26º da liga. Correr com a bola também é algo que está faltando em New Orleans. Mesmo com o período ruim dos dois times, acredito numa vitória do Saints.

jogo 015

Estava esperando por esse momento…A ZEBRA DA RODADA! Sim, já deixo aviso: Vitória do Lions! Agora vamos ao porquê: Seattle tem o 6º pior ataque aéreo da liga, mas tem o 5º melhor ataque terrestre. A defesa, segurou o Bears para não fazer NENHUM ponto na última semana.  Russell Wilson está cada vez mais sólido e confiante, o que falta é ter para quem lançar. Todos sabem que seu alvo principal é o Jimmy Graham, por isso ele está sempre bem marcado. Lynch teve uma contusão e pode jogar meio baleado.

“MAS BETHÂNIA, SEU MALUCO!!! O SEAHAWKS É MUITO MELHOR QUE O LIONS E ESTÁ JOGANDO EM CASA!!! É IMPOSSÍVEL DELES PERDEREM!!!”. Sim, eu sei disso, mas uma coisa me dá esperanças na vitória do Lions: Megatron. Um dos melhores wide receivers da liga contra um dos melhores cornerbacks. Para mim esse duelo terá Calvin Johnson como vencedor, e ele fará a diferença para a vitória (a verdade é que ele está no meu fantasy e quero muito que ele faça pontos!). A vitória do Lions é bem improvável, mas vou arriscar neles como a zebra.

  • Helio Paiva Neto

    Passei só pra dizer que coloquei o Megatron no banco no meu Fantasy de outra liga, só porque o Bethania disse que ele vai “fazer a diferença” no jogo de hoje…