Antes de mais nada, gostaria de deixar uma coisa bem clara: A SEMANA DOIS FOI LOUCA DEMAIS MEUS AMIGOS! Realmente foi a semana das zebras. Aqui no nosso post dos highlights vocês podem ver um pouco mais do que eu estou dizendo. Sem muita enrolação, vamos aos palpites da semana 3!

jogo 1

E o Giants perdeu novamente na semana passada… Foram duas derrotas seguidas depois de liderar o jogo por pelo menos 10 pontos, ou seja, a inconsistência nos momentos cruciais está fazendo a diferença. Odell Beckham Jr. fez um bom jogo contra o Falcons, mas não foi o suficiente. Eli Manning não lançou nenhuma interceptação, mas com dois fumbles na conta fica difícil ganhar.

O Redskins venceu! Você não leu errado, venceu SIM! O jogo corrido com Matt Jones e Alfred Moris acabou com a defesa do Rams, algo surpreendente, já que na semana 1 eles seguraram Marshal Lynch para 73 jardas. Mesmo com a vitória, ainda considero o time da capital o time mais fraco da liga. Mesmo com o mau momento, acredito que o Giants vence esse jogo.

jogo 010

O time da América perdeu seu menino por pelo menos 10 semanas (leia mais aqui na coluna da Eliza) e isso vai ser crucial. Em 2010, quando Romo sofreu a mesma contusão as coisas não terminaram tão bem (uma campanha de 6-10). Seu substitudo, Brandon Weeden não passa confiança de que pode suprir a ausência do seu colega, mesmo com o bom final de jogo que apresentou contra o Eagles.

O Falcons visitou o Giants e venceu. A defesa fez um ótimo trabalho forçando dois fumbles e capitalizando esses turnovers em pontos. Matt Ryan e Julio Jones formam uma dupla absurdamente explosiva e se mantiverem o ritmo passarão das 1800 jardas até o fim da temporada regular. Em compensação o jogo corrido está bem fraco (em dois jogos foram apenas 155 jardas) e sobrecarregar o quarterback nunca é bom. Pelo momento do Falcons e pelas lesões do Cowboys, o time de Atlanta leva.

jogo 7

Mariota novamente jogou bem, mas dessa vez não foi o suficiente para vencer. O jogo contra o Browns foi pegado e decidido nos detalhes (também conhecido como 3 fumbles, sendo 2 perdidos). O que impressiona é que o ataque do Titans está bem equilibrado. O jogo corrido e aéreo estão fluindo muito bem, mas a defesa ainda deixa a desejar. São muitas oportunidades de matar a partida que não são aproveitadas.

Andrew Luck, está tudo bem meu filho? Que o “homem das cavernas” sempre foi um pouco displicente e forçava passes nós todos já sabíamos, mas parece que Luck retrocedeu no tempo e começou a jogar como um calouro desesperado. A defesa também está em maus lençóis com a secundário quase toda lesionada (até agora são 4 machucados). Mesmo com a falta de sorte (um abraço Arthur!), Indianapolis tem 12 vitórias nos últimos 12 jogos contra rivais de divisão, então vamos pela lógica: Vitória do Colts.

jogo 8

O que dizer de Johnny Manziel minha gente? Eu sempre gostei desse menino polêmico, e vê-lo jogar em alto nível, com segurança e precisão é muito bacana. Isso pode soar até como uma ofensa, mas em alguns momentos (especialmente no terceiro touchdown de Travis Benjamin) a movimentação de Manziel me lembrou muito o Aaron Rodgers saindo do pocket e adaptando a rota de seu reciever.

O Raiders me calou. Amari Cooper mostrou para que veio e fez um jogo incrível. Michael Crabtree também fez uma partida espetacular, assim como o quarterback Derek Carr, que comandou seu ataque de maneira impecável na vitória sobre o Ravens. Apesar de a defesa ter melhorado, as falhas acabaram tornando o jogo, que já era difícil, mais ainda. Como o fator casa pesa muito para alguns times, vou CHUTAR (sim, não tenho certeza se é isso mesmo que eu acho) que o Browns vai ganhar, mas uma vitória dos visitantes não seria surpresa.

PS: Acabei de descobrir que Josh McCown será o quarterback titular novamente. Vitória do Raiders!

jogo 3Dois jogos, duas derrotas e um rival de divisão pela frente. A vida do Ravens não está fácil nesse início de temporada. Flacco ainda está inconstante e isso preocupa a todos, principalmente o técnico John Harbaugh. O running back Justin Forsett para mim é uma das maiores mentiras da NFL. Essa é sua oitava temporada na liga e ele NUNCA tinha passado das mil jardas até ano passado (sua melhor marca tinha sido 619 jarda pelo Seahawks em 2009).

Dois jogos, duas vitórias e um rival de divisão pela frente. A vida do Bengals está bem tranquila nesse início de temporada. Andy Dalton já tem 5 touchdowns e nenhuma interceptação, a dupla Giovani Bernard e Jeremy Hill já correu para mais de 280 jardas, a defesa é a 6º melhor da liga e nos últimos três confrontos entre as equipes a vitória foi de Cincinnati. Novamente o fator casa será crucial, portanto, Bengals 3-0 e Ravens 0-3.

jogo 016

Dizem que a morte é a única certeza do ser humano, mas eu discordo. Tom Brady vencer o Jaguars é outra delas. Em 6 partidas contra o time de Jacksonville, o “Sr. Giselo” sempre saiu vitorioso. Apesar do jogo difícil contra o Bills, a vitória veio fora de casa, agora um adversário claramente inferior e em seus domínios é tudo que a equipe precisva.

O Jaguars venceu (é sério, essa rodada foi muito maluca!) o Dolphins em casa com uma atuação de gala do wide receiver Allen Robinson, que conquistou 155 jardas e fez 2 touchdowns. Mesmo que o ataque esteja se encaixando, ganhar do Patriots na casa deles é uma missão quase impossível. A vitória certamente será de New England.

jogo 5

O Panthers venceu o Texans na última semana com destaque para a atuação de Cam Newton. Com direito a uma touchdown “Superman”, o quarterback fez uma ótima partida e foi bem consistente. A linha ofensiva conseguiu segurar J.J. Watt e seus colegas, mas o jogo corrido deixou a desejar (foram menos de 100 jardas pelos running backs). Quem também surpreendeu foi a defesa, que segurou o Texans para exatas 300 jardas totais.

O Saints perdeu, mas a pior parte do jogo contra o Buccanners foi a lesão sofrida por Drew Brees. O ataque de New Orleans foi péssimo e sofreu 5 fumbles. Com essa quantidade de turnovers é difícil vencer não é mesmo? Com a possibilidade do quarterback titular ficar de fora, eu vou dizer que quem vence é o Panthers.

jogo 9

O Jets me calou. Sim, o time mostrou uma organização muito grande na defesa e forçou o Colts a cometer 6 turnovers. A dupla Revis e Cromartie é disparada a melhor combinação de cornerbacks da liga e o calouro Leonard Williams ainda está se adaptando, mas já vem jogando bem. Fitzpatrick não está nervoso, e consequentemente, jogando melhor. Foram 244 jarda e 2 touchdowns.

O time da Pensilvânia conta com um dos melhores running backs da liga, DeMarco Murray, porém, parece que ele não está muito entrosado com a equipe. Até agora Murray só tocou na bola 21 vezes para 11 jardas, algo impressionante já que ano passado, pelos Cowboys, em dois jogos ele já tinha corrido para 285. Para vencer é preciso acertar o jogo corrido. Irei pela lógica e apostarei no Jets com uma boa atuação defensiva.

jogo 015

O Buccaneers surpreendeu e venceu o Saints fora de casa na última semana. Jameis Winston fez uma boa partida e redimiu-se do fiasco da abertura da temporada. Apesar dos turnovers o ataque foi bem sólido e conseguiu capitalizar as roubadas de bola da defesa. A linha ofensiva, ponto mais fraco do time, fez um bom trabalho e deu tempo para que o quarterback pudesse pensar. Além disso, os bloqueios para corrida também foram essenciais.

J.J. Watt e companhia precisam acordar. Com duas derrotas em dois jogos a situação só não está pior porque o Colts também perdeu duas. Ryan Mallet como titular não pareceu ser a melhor das escolhas e o time ainda precisa de alguém melhor para essa posição. Arian Foster continua fora por lesão e faz muita falta. O Buccs não é mais aquele saco de pancadas da última temporada, então acredito numa vitória para manter a luta pela NFC South interessante.

jogo 014

Vikings ganhou de um rival de divisão e vem embalado. Adrian Peterson mostrou que ainda tem bastante lenha para queimar e isso é um ótimo sinal. O que me preocupa é se a linha ofensiva vai aguentar o tranco durante o resto do ano. Apesar dos pesares, o time de Minnesota apresentou um bom equilíbrio entre ataque e defesa, mas ainda é muito cedo para arriscar um diagnóstico da equipe.

O Chargers vem de uma derrota amarga para o Bengals. O time jogou bem durante toda a partida, mas os turnovers fizeram toda a diferença. Danny Woodhead fez um bom jogo e foi crucial, mas quando você vê que o melhor recebedor do seu time é um running back, algo está errado. O Vikings vai ganhar com dificuldades.

jogo 013

Esse vai ser um dos jogos mais parelhos da rodada. Uma defesa top 3 contra um ataque top 3 (não pelos números e sim pelos elencos) promete ser um ótimo duelo. O Rams foi surpreendidos pelo Redskins. A linha defensiva pouco fez contra o jogo corrido, e com a volta de LeVeon Bell isso é perigoso. O ataque está evoluindo com Nick Foles, mas a falta de um wide receiver de peso para decidir os jogos pode ser a diferença entre playoffs ou não.

O Steelers deu uma verdadeira sacolada no 49ers. Big Ben beirou as 400 jardas, não teve interceptações, o jogo corrido encaixou (mesmo que tenha tido poucas jardas) e os play actions apareceram para confundir ainda mais a defesa adversária. Será com certeza um jogo bem disputado, mas acredito que o Rams vá sair vitorioso.

jogo 6

Mais um ótimo duelo de divisão. O Cardinals está voando. Carson Palmer voltou de lesão jogando como quem quer ganhar o Super Bowl. Larry Fitzgerald justificou a renovação de seu contrato e marcou 3 touchdowns na vitória sobre o Bears. O jogo corrido foi bem efetivo. O curioso é que o ataque fez 48 pontos com “apenas” 425 jardas totais.

O Niners empolgou, mas apagou. A bela atuação defensiva na primeira rodada parece ter ficado na memória. Kaepernick até jogou bem, mas não foi o suficiente. O jogo corrido com Carlos Hyde foi bem fraco (apenas 43 jardas), mas o que mais fez a diferença foi a quantidade de sacks. Kaep foi derrubado 5 vezes, e dessa forma fica difícil avançar em campo. Cardinals vence o duelo.

jogo 4

Está aí o nosso primeiro empate. Não, eu não vou chutar um empate. Dolphins e Bills são tão parecidos que eu realmente acredito que esse jogo pode terminar empatado. Os dois ataques têm bons running backs, wide recievers e quarterbacks que são um tanto inconstantes, porém, habilidosos. As defesas possuem linhas pesadas e muito habilidosas, linebackers medianos e secundárias que roubam muitas bolas. Um empate seria muito justo, mas acredito que o Bills vá vencer, pois o momento de Tyrod Taylor, mesmo com a derrota da última semana, é melhor que o de Tannehill e isso será o diferencial.

jogo 012

Lembram quando eu falei que ia ser bem direto na semana passada ao falar do jogo do Redskins x Rams? Então, serei mais direto ainda nesse jogo. Em casa, com duas derrotas, precisando vencer e enfrentando o Bears (sem Jay Cutler), o Seahawaks vai ganhar.

PS: Jay Cutler fora é um sinal de menos interceptações!

jogo 011

O jogo que fecha o domingo é um duelo interessante. Os dois quarterbacks, Sttaford e Mannin, têm como característica principal o jogo aéreo. O jogador de Detroit tem um dos braços mais potentes da liga e um dos melhores wide receivers, Calvin “Megatron” Johnson. O que preocupa no Lions é que a defesa está muito diferente da última temporada e por enquanto não vem tendo boas atuações.

Do outro lado, temos uma lenda viva que não está nos seus melhores dias, mas mesmo assim é preciso ficar de olhos abertos. Manning não tem um jogo corrido (e não que isso faça muita falta para ele) para aliviar um pouco nos passes e talvez essa seja a chave para vencer o jogo. O Broncos é favorito, mas a aposta de zebra da rodada será o Lions.

jogo 2

Quem viu a reedição da final de conferência da NFC na última segunda se assustou. A defesa do Packers simplesmente engoliu o jogo corrido dos Seahawks no primeiro tempo e foi ali que a partida foi decidida. Mesmo com muitas falhas defensivas, o ataque acaba suprindo as lacunas e fazendo o time vencer. Aaron Rodgers é um verdadeiro monstro jogando! Outro ponto de destaque foi Clay Matthews, que não deu trégua para Russel Wilson e companhia.

O Chiefs perdeu por culpa do seu melhor jogador, Jamaal Charles. Ele mesmo disse: “Tentei vencer o jogo sozinho e acabei nos levando para a derrota”. Os dois fumbles sofridos pelo running back foram capitalizados pelo Broncos (um deles no último lance da partida). Agora existem duas opções: Charles estará louco para vencer e jogará o jogo da vida ou a cabeça ainda estará meio fora do lugar e as coisas não darão certo de novo. Como o jogo é em Green Bay, impossível não apostar nos Packers!

 

  • [TambaCast] Olavo M.

    Bears rumo ao 0-16. Bom que se isso acontecer, mandam embora o Jay Cutler, pegam primeiro pick ano que vem (um qb promissor tipo o mariota) e reforçam o time com essa sobra IMENSA de salary cap deixado pelo Cutler. =D

  • Cesar Enock

    Só não concordo com dois jogos, mas é por pura torcida mesmo. Espero que o Steelers ganhe, e estou ironicamente torcendo pro Ravens, só pro Bengals não distanciar muito. Acho que o Texans e o Dolphins tem bastante chance de vencerem seus jogos, mas é bem compreensivo apostar na derrota do dois times.