Os San Diego Chargers anunciaram nessa segunda-feira que assinaram com o defensive end Joey Bosa, primeira escolha do time no draft de 2016 (3ª escolha geral). O acordo termina depois de muitas recusas de Bosa, o ex-astro de Ohio State e a equipe tiveram um impasse sobre como as garantias em seu contrato seriam distribuídas. Os pequenos detalhes ainda não foram anunciados, mas o NFL media Insider Ian Rapoport relatou que Bosa fechou um contrato de quatro anos, negócio que gira em torno de US$ 25,8 milhões, um bônus de assinatura de US$ 17 milhões garantidos.

A assinatura no final de agosto deixa Bosa atrasado em relação aos companheiros de equipe. Depois de perder todos os training camps e três jogos de pré-temporada, não é garantia de que ele irá causar um impacto imediato em San Diego. A esperança é que ele possa repetir seu sucesso no College e ajudar a equipe nesta temporada, em Ohio ele fez 50,5 tackles para a perda de jardas, 26 sacks e cinco fumbles forçados nos 41 jogos com os Buckeyes.

Uma opinião muito precisa sobre o futuro de Joey Bosa no San Diego Chargers é a de Mike Mayock:  “Entendam que a defesa base dos Chargers  é uma 3-4. A maioria das pessoas pensava que Bosa iria para uma equipe 4-3. Eu vi Bosa se ​​levantar e jogar no espaço, e ele pode fazer isso. Seu estilo de jogo é mais uma reminiscência de Everson Griffen dos Vikings” relatou o comentarista da NFL Network. Agora só o tempo dirá oque ele ira se tornar.

Fonte: NFL.com