Os últimos 5 anos foram de glórias para o Golden State Warriors, cinco finais consecutivas (único time do oeste a conseguir esse feito), três títulos, grandes jogadores e uma dinastia.

Pois bem, parece que quando o cronômetro zerou no jogo 6 das últimas finais, não foi só o título que o Warriors perdeu. Dentro da própria série, no jogo 5, já tinha perdido Kevin Durant que posteriormente rumaria para Nova York e, ainda, durante o jogo 6 perdeu Klay Thompson, praticamente fora da temporada 2019-20.

A temporada 2020 começou e com ela as esperanças se renovaram. Andre Iguodala e Shaun Livingston se foram e do time de ouro restou apenas o trio de ferro, Stephen Curry, Klay Thompson (este lesionado) e Draymond Green.

Chegaram o All-Star D’Angelo Russell, com grande expectativa, bem como um punhado de role players, como Willie Cauley-Stein, Glenn Robinson III, e Alec Burks. Vieram ainda via draft Eric Paschall, e Jordan Poole.

A atual temporada era cercada de certa expectativa pois ainda se tinha Curry e Green em quadra. Acontece que logo nos primeiros jogos Curry quebrou a mão esquerda e ficará fora por ao menos 4 meses.

Fim de temporada? Sim, a temporada acabou ali, mas também surgiu a possibilidade do ressurgimento de uma dinastia. Afinal, não podemos esquecer o exemplo do San Antonio Spurs, que no início de 1996 viu sua estrela David Robinson quebrar o pé nos primeiros jogos e, com isso, a equipe teve talento suficiente para ter a pior campanha da liga. Com isso a franquia teve a seed 1 do draft seguinte e selecionou nada mais nada menos que Tim Duncan, depois disso foram 5 títulos para a equipe do Texas.

Tankar é a melhor opção para o Warriors? Sim! Temos um ótimo time, com 4 All-Stars que irão se recuperar das lesões e ainda teremos uma escolha alta no draft, o que pode fazer esse time ter o upgrade que precisa para voltar a dominar a liga, seja selecionando um talento no draft, seja por meio de uma troca, ou por alguma outra estrela, ou por um punhado de bons jogadores que podem contribuir em ambos os lados da quadra vindo do banco.

O ponto principal é que parece que a dinastia morreu, mas não se engane, ela está mais viva do que nunca.

Por Abraão Carvalho, do @draygreen023.

DEIXE UMA RESPOSTA